Marcos Caiado é cotado para presidir a Agência Brasil Central

O poeta não se interessa por cargos públicos, mas tem sido citado para dirigir a Televisão Brasil Central e a Rádio Brasil Central

O poeta Marcos Caiado, além de parente, é amigo do governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado. Ele é uma espécie de consultor informal do líder do partido Democratas. Não de agora, e sim há anos. Os dois se respeitam. Ronaldo Caiado aprecia a franqueza de Marcos Caiado.

Inteligente e perspicaz, Marcos Caiado não tem muito interesse pelas coisas de governos. Mesmo assim, é cotado para assumir a presidência da Agência Brasil Central — a que dirige a Televisão Brasil Central e a Rádio Brasil Central.

Se assumir, enganam-se aqueles que acreditam que Marcos Caiado transformaria os meios de comunicação da ABC em vozes oficiais do governo Caiado. O mais provável é que contribua para melhorá-los, inclusive ampliando sua cobertura cultural.

Não que a TBC e a RBC se tornariam veículos para patriotadas, mas certamente abririam mais espaço para a cultura. A vocação de meios de comunicação de caráter público é mais cultural e não tem que, necessariamente, competir com as demais emissoras de televisão e rádio.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.