Marcos Cabral assegura criação de 4 mil empregos e investimentos de meio bilhão

Enquanto diretor-presidente da Codego, acelerou o desenvolvimento regional, revitalizou distritos e deixa R$ 28 milhões no caixa da estatal

De saída do cargo de diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), Marcos Cabral deixa uma série de realizações e um novo ritmo de trabalho na estatal. Como destaque, em sete meses a Companhia atuou na criação de mais de 4 mil empregos em novas indústrias e ampliação de empreendimentos nos distritos administrados pelo Estado.

Marcos Cabral assumiu a presidência da Codego em outubro de 2019. Desde então, assegurou investimentos privados sem precedentes em tão curto período: R$ 500.000.000,00. Se não é fácil atrair e implantar indústrias, muitos menos de meio bilhão de reais durante uma pandemia.

Seguindo a política pública do governador Caiado na área econômica, Marcos Cabral atuou arduamente para regionalizar o desenvolvimento do Estado. Acelerou a criação de distritos nos munícipios que mais sofrem com a desigualdade social.

Tudo isso sem deixar de lado a recuperação e modernização da infraestrutura dos parques industriais, que sofreram com o processo de sucateamento ao longo de décadas.

Marcos Cabral: a Codego avançou sob seu comando | Foto: Jornal Opção

Já neste ano, a Codego restaurou ou estão em obras as vias de alguns dos principais distritos. Intervenções que garantiram a trafegabilidade e trouxeram mais segurança e conforto àqueles que transitam pelos polos, agilizaram o processo de escoamento da produção e evitaram perdas aos empreendedores, além de seus colaboradores, clientes e fornecedores.

A maior transformação foi no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia), o maior polo do Estado e um dos mais importantes da América Latina. Um pacote de obras foi lançado este ano no Daia com investimento de aproximadamente R$ 10 milhões, incluindo o recapeamento asfáltico de todas as mais de 30 ruas internas do distrito, que se encontravam esburacadas, com crateras de vários anos.

O Sistema de Abastecimento de Água da Codego, que atende ao distrito e a 60 bairros de Anápolis, foi revitalizado, com abertura de 20 poços artesianos, a metade já pronta. Estão sendo executados o desassoreamento e a ampliação da lagoa de captação de água bruta, que aumentarão em 234% o volume de água na captação.

O Pró-Água Codego, lançado em parceria com a Prefeitura e o terceiro setor em Anápolis, promove o reflorestamento com mudas de plantas nativas do cerrado.

Mais de 20 novos pontos de ônibus estão sendo entregues aos trabalhadores com estrutura mais moderna e confortável, oferecendo wi-fi, iluminação e câmeras de segurança. A sinalização do Daia segue sendo revitalizada, assim como a ciclovia.

Marcos Cabral ainda destravou a construção do Anel Viário do polo industrial de Anápolis, com aval e recomendação do Ministério Público. A renegociação rendeu uma economia superior a R$ 5,5 milhões, além dos benefícios aos recursos hídricos, às indústrias e à mobilidade nos bairros.

Também no Daia, Marcos Cabral articulou junto ao governador Ronaldo Caiado a transferência e ampliação de áreas, com o Daia 2, Daia Norte e a Plataforma Multimodal, ações estratégicas para atração de investidores e geração de novos empregos aos goianos.

O regime de austeridade implementado por Marcos Cabral na Codego economizou outros R$ 9,2 milhões aos cofres públicos em virtude de avaliação criteriosa dos serviços. Reduziu custos em áreas como com energia, pessoal e suprimentos, sem comprometer o bom andamento dos trabalhos.

A gestão responsável fez Cabral deixar R$ 28 milhões em caixa, pois instituiu Ouvidoria, Corregedoria e aperfeiçoou o sistema de acesso à informação. A transparência, inclusive, é um dos eixos do Programa de Compliance Público (PCP) do Governo de Goiás, também implantado por Marcos Cabral na Codego.

Em uma proposta de deixar o andamento dos processos ainda mais transparentes entre os setores da Companhia, foi adotada a inclusão de nove assinaturas de integrantes da estatal nas autorizações de pagamentos e em contratos.

A transparência também foi levada para a integração dos processos da Companhia, que aderiu ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI!), do Governo de Goiás, que permite uma comunicação mais aprimorada com os demais órgãos de Estado. O SEI! facilita o acesso à informação, diminui a burocracia e aumenta a produtividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.