Márcio Luis deve assumir comando do MDB em Porangatu e é pressionado pra disputar mandato

A tendência é que o advogado se preserve para a disputa da prefeitura em 2024. MDB pode apoiar Sheilismar Ribeiro para deputada estadual

Na campanha de 2020, parte do MDB de Porangatu fez corpo-mole e não apoiou a candidatura do advogado Márcio Luis da Silva para prefeito. E o jovem político é filiado exatamente ao MDB. O fato é visto como uma espécie de “traição”.

Por isso o comando do MDB no município — espécie de capital do Norte goiano — será trocado, nos próximos dias. Márcio Luis da Silva, que é o “futuro com voto”, deve assumir a presidência.

A cúpula do partido — leia-se Daniel Vilela — não está exigindo, mas sugere que Márcio Luis da Silva seja candidato a deputado estadual. Recentemente, consultado pelo Jornal Opção, o emedebista disse que não está disposto a disputar mandato de deputado. Ele estaria se resguardando para a disputa eleitoral de 2024, quando deverá ser candidato a prefeito pela segunda vez. Ele perdeu em 2020 por pouco mais de 40 votos.

Comenta-se que Márcio Luis da Silva vai bancar a candidatura da jornalista Sheilismar Ribeiro (hoje filiada ao PDT) para deputada estadual. Há também conversas de que a profissional, a mais popular da cidade, pode se filiar ao PSL do deputado federal Delegado Waldir Soares. Ouvida pelo Jornal Opção, em mais de uma ocasião, a repórter admite as sondagens políticas, mas frisa que, no momento, está mais preocupada com sua sobrevivência material (a jornalista sofreu perseguição política e chegou a ser demitida de uma rádio).

O fato é que a cidade terá, possivelmente, de dois a cinco candidatos a deputado estadual. Um será bancado por Márcio Luis da Silva, quer dizer, pelo MDB. Outro será bancado pela prefeita Vanuza Valadares (Podemos) e pelo deputado federal José Nelto (Podemos). O nome mais cotado é o do engenheiro Givago Valadares, filho da gestora municipal e do ex-prefeito Eronildo Valadares. Na semana passada, chegou a informação à redação de que ele teria desistido da disputa. Ouvido pelo Jornal Opção, respondeu de modo lacônico mais incisivo: “Tô firme”. PRTB, PSL e PT também podem lançar candidatos. Não definiram nomes, mas estão articulando. O deputado federal Delegado Waldir Soares (PSL) tem interesse em bancar um postulante da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.