Manuel Cearense: MDB aposta na vitória de Juraci Martins em Rio Verde e banca Osvaldo Jr. pra vice

O vice-presidente do MDB frisa que o grupo dirigido por Daniel Vilela sempre acreditou na viabilidade do ex-prefeito

Juraci Martins, com Daniel Vilela: apoio do MDB | Foto: Divulgação

O vice-presidente do MDB em Rio Verde, Manuel Cearense, afirma que o pré-candidato do PSD a prefeito do município, Juraci Martins, “definiu que vai disputar e está trabalhando, formatando sua base político-eleitoral”. Sua frente política incluirá o PSD, o MDB, o PSDB e talvez o PP e o Republicanos. “Nós teremos chapas de candidatos a vereador bem fortes.”

O MDB deve bancar o vice-prefeito de Juraci Martins. Deve ser o médico Osvaldo Júnior. “Trata-se de uma pessoa respeitada em Rio Verde”, frisa Manuel Cearense. “Ele é hors concours.”

“Quando Juraci não aceitava ser candidato a prefeito, em hipótese alguma, o MDB já havia se comprometido em apoiá-lo. O emedebismo poderia lançar candidato, pois tem nomes consistentes na cidade, como Edwal “Chequinho” Portilho, Marussa Boldrin, Leonardo Fonseca e Osvaldo Júnior, mas optou por bancar o ex-prefeito. Agora, como Juraci será candidato e tem chance de derrotar o prefeito Paulo do Vale, grupos que não acreditavam na sua força eleitoral querem se aproximar e, até, bancar o vice. Por isso, rejeitam um vice do MDB. O que querem mesmo é desarticular a aliança PSD-MDB, que é consistente e tem forte penetração na sociedade de Rio Verde, inclusive nos setores classistas”, destaca Manuel Cearense. “Nós vamos surpreender e vamos eleger Juraci para prefeito. O nome dele ganhou as ruas e os corações do povo de Rio Verde.”

Manuel Cearense, vice-presidente do MDB de Rio Verde: “Juraci Martins vai assumir a Prefeitura de Rio Verde no dia 1º de janeiro de 2021” | Foto: Divulgação

O presidente do MDB regional, Daniel Vilela, visitará Rio Verde, depois do dia 20, para abonar a ficha de filiação dos vereadores Marussa Boldrin (Podemos), Cabo Moraes (PPS) e Leonardo Fonseca (PSD) ao emedebismo. O ex-vereador Celso do Clube vai trocar o Solidariedade pelo MDB. “O MDB não vai filiar mais vereadores, porque já está com a chapa praticamente formada.” Manuel Cearense esclarece que não será candidato. “Em hipótese alguma, porque serei um dos coordenadores da disputa de 2020.”

Frise-se que o MDB vai perder três vereadores — Zé Henrique, Sargento Ubiratan e Lucivaldo Medeiros — para o grupo do prefeito Paulo do Vale (que irá para o DEM). “Os três não somam para o emedebismo”, sublinha Manuel Cearense. “São ligados ao poder, quer dizer, ao prefeito.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.