Há um consenso de que Luís Melo cresceu na disputa para reitor da Universidade Federal de Goiás. Mas há outro consenso: começou a trabalhar para ser reitor um pouco tardiamente.

Edward Madureira permanece como favorito e, possivelmente, será eleito. Mas Luís Melo consolidou-se como “o” fato novo.

Um dos problemas de Luís Melo é o fato de que tem menos estrutura. E os adversários cutucam-no, sugerindo que seu vice é mais “qualificado” (seria um pesquisador do primeiro time da UFG). Na verdade, são igualmente gabaritados, e de áreas diferentes.