Lobby impede construção de viaduto que beneficiaria 30 mil pessoas em Catalão   

Com apoio político, possivelmente de políticos, dono de posto consegue barrar construção de viaduto

O que mais se comenta em Catalão: a pedido da população, o governo federal pretendia construir um viaduto – numa rodovia federal que divide a cidade (de um lado, o centro; de outro, vários  bairros, como o Castelo Branco) e é travessia para as cidades de Ouvidor e Três Ranchos –, o que facilitaria a vida de cerca de 30 mil pessoas – que teriam mais segurança, ao evitar o tráfego da estrada.

No entanto, o dono de um posto de combustível teria constituído um lobby poderoso, supostamente com a adesão do prefeito Adib Elias, e o viaduto não será mais construído.

O empresário pagou cerca de 22 milhões de reais pelo posto – a rodovia é rota para Uberlândia – e, caso o viaduto fosse construído, os motoristas passariam direto, deixando de abastecer seus veículos. Portanto, enquanto uma pessoa foi beneficiada, a maioria ficou a ver navios.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.