Lívio Luciano: time do Goiás entra na Série A do Brasileirão com missão de não ser rebaixado para a Série B

“Robert (atacante) e Kozlowski (meio-de-campo) são os reforços, mas não são suficientes. O Avaí contratou Conrado, o melhor de todos

O ex-deputado Lívio Luciano é um craque do comentário esportivo e ainda é um peladeiro com certa qualidade. O vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano, costuma chamá-lo de “Neymar da segunda idade”. É quase isso. Mas o que importa mesmo é que entende muito de futebol, por isso é disputado pelas rádios para analisar jogos de futebol no Serra Dourada.

Lívio Luciano não está nada animado com o escrete do Goiás. “O time entra na Série A do Campeonato Brasileiro com a missão de não ser rebaixado para a Série B. O time é um dos mais fracos para a Série A do Brasileirão.”

Assim como Joaquim Liminha, Lívio Luciano não se entusiasma com os jogadores do Goiás. “Dois jogadores que brilharam no Aparecidense no Campeonato Goiano, Robert (atacante) e Kozlowski (meio-de-campo), são os reforços, mas não são suficientes. O Vila Nova contratou, para a Série C, Sandrinho (atacante) e Marcelo (lateral direito). São apostas. Mas o Avaí, de Santa Catarina, contratou Conrado, de 24 anos, o melhor de todos os que mencionei.

Perguntado sobre Walter, que trocou o Fluminense pelo Atlético Paranaense, Lívio Luciano sublinha que o Goiás hoje não tem condições financeiras de contratá-lo. “É muito caro.”

Por que Walter não emagrece? O comentarista diz que não sabe exatamente, mas que ouviu que, além de comer muito, bebe Coca-Cola o dia inteiro. “Nem bebe água. Mas o que importa é que se trata de um craque.”

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.