Léo Mendanha diz que “MDB de verdade” banca Daniel Vilela para governador

O presidente do MDB de Aparecida frisa que Caiado deveria retribuir ao apoio de 2014 e lamenta adesão de Adib Elias ao caiadismo

Léo Mendanha, presidente do MDB de Aparecida de Goiânia: “Ronaldo Caiado precisa retribuir o apoio que o partido lhe deu em 2014” | Foto: Diário de Aparecida

O presidente do PMDB de Aparecida de Goiânia, ex-deputado Léo Mendanha, é peremptório: “Daniel Vilela será o candidato do emedebismo a governador de Goiás. Quem falar em ‘recuo’ está tão-somente ‘plantando’ fake news contra o MDB e contra nosso postulante”.

Pai do prefeito de Aparecida de Goiânia — Gustavo Mendanha, uma revelação política do MDB —, Léo Mendanha garante que Daniel Vilela irá à convenção do partido como candidato a governador. “Noutras palavras, o que estou dizendo é simples: Daniel Vilela está definido como candidato a governador. Quem disser que ‘não’ está apenas tentando retirá-lo do páreo — o que não vai ocorrer.”

Léo Mendanha frisa que um candidato “não pode ser definido com base em pesquisas quantitativas extemporâneas”. “Dada sua grandeza, o MDB terá candidato próprio ao governo. As pesquisas qualitativas sugerem que os eleitores querem renovar. As pesquisas quantitativas indicam muito mais quem é conhecido do que um quadro definido. O que define uma eleição é a campanha, com a apresentação e debate de projetos. Quem acredita que se ganha eleição por antecipação não tem acompanhado as eleições de Goiás nos últimos 20 anos”, frisa o líder emedebista. “Insisto: o eleitor quer renovação e Daniel Vilela é sinônimo de mudança.”

Maguito Vilela e Daniel Vilela trabalharam para Ronaldo Caiado em 2014, mas o segundo não terá apoio do senador na eleição de outubro deste ano | Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção

Ronaldo Caiado e retribuição

No momento, emedebistas ligados a Daniel Vilela dizem que Ronaldo Caiado (DEM) força a barra para ser “o” candidato das oposições. Léo Mendanha contrapõe: “Caiado precisa pagar a conta de 2014. Ele foi eleito senador porque o MDB o apoiou. Sem o trabalho de nossas bases, teria perdido a eleição para Vilmar Rocha. Agora, quando deveria retribuir, quer retirar o nosso candidato do páreo e contribui para dividir o MDB. Não é justo e, por isso, não vamos ceder. Em 2022, o MDB poderia bancar a candidatura de Caiado para o Senado. Porém, como não quer retribuir ao apoio de 2014, como poderemos retribuir em 2022? Não há como.”

Daniel Vilela com Paulo do Vale e Adib Elias. O segundo não é um histórico do MDB e é seguidor de Ronaldo Caiado. Mas o terceiro decepciona o emedebismo histórico

Adib Elias e lealdade

“O emedebismo está chateado com o prefeito de Catalão, Adib Elias, em todo o Estado”, afirma Léo Mendanha. “Paulo do Vale, Renato de Castro e Ernesto Roller são cristãos-novos no MDB, não têm quase nada a ver com a história de lutas do partido. Mas Adib Elias é um histórico do emedebismo, portanto é inconcebível que esteja jogando contra o nosso candidato a governador. Emedebistas de verdade, como é o caso, têm de seguir com Daniel Vilela”, afirma Léo Mendanha. “O MDB de verdade, aquele que é leal e não trai, vai bancar Daniel Vilela, o novo do novo, na eleição de outubro deste ano.”

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fabiano Oliveira

#BaldyGovernador