Kajuru banca Cid Gomes para presidente do Senado e é cotado para vice

O senador eleito por Goiás afirma que a banda ética já reúne 38 senadores e caminha para derrotar Renan Calheiros

Fotos: reprodução

Senador eleito por Goiás, o jornalista e vereador Jorge Kajuru e sua equipe — são oito pessoas — e alugaram uma casa em Brasília, repartindo as despesas. “Não aceito o auxílio-moradia, nenhum centavo. Não quero e não vou receber mordomias. Só vou receber 50% do meu salário, o restante será doado para instituições filantrópicas comprovadamente sérias de várias cidades de Goiás. Aliás, de cara, tais instituições vão receber 33 mil reais, do auxílio-moradia. Vou doar 100% deste auxílio, já em fevereiro, para instituições goianas que atendem pessoas carentes.”

Em Brasília, Kajuru está participando de reuniões com um grupo de senadores que rejeita a política do fisiologismo. “Começamos com pouco mais de 20 e agora já somos 38 senadores. Com mais três votos, nós conseguiremos eleger o presidente do Senado. As chances de Renan Calheiros (MDB) estão caindo. O presidente eleito Jair Bolsonaro apoia nosso grupo, porque queremos um Senado decente e que não tente transformar o presidente em refém de articulações pouco católicas. Na próxima quarta-feira, vamos fazer a última reunião do ano, na casa de Cid Gomes. Podemos chegar, brevemente, a 42 senadores.” Do grupo participam, entre outros, Kajuru, Kátia Abreu, Romário, Álvaro Dias, Randolfe Rodrigues e José Antônio Reguffe. “Sou um dos três líderes do movimento.” Os líderes são Cid Gomes, Randolfe e Kajuru.

Kajuru afirma que “Cid Gomes tem uma excelente cabeça e não é radical. Só está radicalizado, com razão, com os petistas. Discorda de Kátia Abreu porque a senadora quer atrair os seis senadores do PT para o nosso grupo, mas ele não quer, pois avalia que não são confiáveis. Concordo com o senador do Ceará”. Cid Gomes é o candidato a presidente do Senado apoiado pelo grupo e Kajuru tem sido mencionado para vice-presidente. “80% dos senadores concordam que devo ser vice. Mas cedo a vice para Randolfe, porque estou chegando agora e ele foi reeleito. Prefiro ficar na presidência de uma comissão, como a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a Comissão de Orçamento ou a de Ciência e Tecnologia.” O grupo insiste que Kajuru seja o vice.

A respeito da fusão do PRP com o Patriota, Kajuru afirma que é contra. “Quero fusão com o Podemos e o PSB.”

4 Comment threads
8 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ziro

Kajuru !!! A maioria da população brasileira não aguenta mais essa gente da esquerda maxista, suas ideologias de apropriação do cidadão e do gigantismo do Estado. Chega de tanta mordomia, supersalários de políticos e do alto escalão do funcionalismo ….. que não estão nem aí com o país.

Dinho

Mas o que Cid tem a ver com esquerda marxista? KKK
NO senado as pessoas têm que dialogar.

Leandro

tu não passa de mais um babaquinha de whatsapp que vem na net falar em nome da “maioria”. Cala boca e vai estudar, seu retardado.
Brasil nunca foi governado pela esquerda. Nunca. Todas essas mazelas que aí estão são culpa de governos de direita e centro, que sempre governaram o país.
Quer saber como é governo de esquerda? Pesquise sobre portugal, países nórdicos em geral. Lá sim, tem governos de esquerda. Olhe se os políticos de lá tem 10% das regalias dos nossos.

Igor

Cara, sinto muito, mas você nem fala coisa com coisa. Pra começo de conversa o PDT não é marxista, e, na verdade, no Brasil quase partido nenhum é, nem mesmo na esquerda. Talvez tenhamos algumas alas do PcdoB e o PSTU, além de uma pequeninissíma minoria do PT e só. depois que “marxismo” e “supersalários” é quase uma contradição. Se você dar uma olhada em quem votou contra o aumento dos Juízes no senado e quem votou a favor vai ver que normalmente é a direita quem defende esses super salários. Também basta olhar pro fato de que Bolsonaro não… Leia mais

Wellington Tobias

Quem é fã de super salário é o bozo, que nunca abriu mão do Auxilio moradia pra “comer gente”!

Vicente

Chega de fisiologismo! O Senado precisa respirar novos ares, estar mais próximo dos anseios da população. Apoio esse movimento de renovação que compreende grandes nomes. Cid, por exemplo, reúne a experiência do executivo e do legislativo, além de ter um perfil com boa capacidade de equilíbrio e resiliencia. Um grande nome para presidir o Senado!

Eduardo Marques Monteiro Neto

Então este grupo é de apoio ao Bolsonaro? De antemão o que acham dos ministros indicados?

João Vitor

O grupo não é de apoio ao bolsonaro. O próprio Cid afirma que irá fazer uma oposição consciente, ou seja, não ser contra só por ser contra.

Paulo

DuvidO que ele (cid) Seja contra quem o vai apoiar (bozo)

Elenilson

Este grupo não é de apoio a Bolsonaro, más é apoiado por ele, isso foi falado por Cajuru!!

Bosco

será que vão apoiar a política de entreguismo de Paulo guedes?

Paulo Machado

Kajuru é a unica voz que não é politica. Doa parte do salário q recebe da câmara municipal, agora como senador fará mesmo. Será exemplo, para essa corja de políticos q estão no congresso nacional e também para o capitão reformado que já disse nesses 28 anos como q não abre mão de nada. FORÇA KAJURU.