Justiça mantém o empresário Paulo Octávio preso em Brasília

A prisão implodiu a carreira política de um dos homens mais ricos da capital do país

O ex-vice-governador do Distrito Federal Paulo Octávio, por decisão da Justiça, permanece preso no Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, em Brasília. O pedido dos advogados para liberar PO foi indeferido pelo desembargador João Batista Teixeira. O TJ volta a examinar o caso na quinta-feira, 12.

Paulo Octávio, um dos empresários mais ricos de Brasília, dono de shoppings e vários imóveis, é suspeito de liderar esquema de liberação de alvará de construções irregulares. Uma gravação mostra PO dando ordens para um servidor público sonegar informações para o Ministério Público.

Paulo Octávio, que está preso desde segunda-feira, 2, pretendia disputar mandato de deputado federal ou, mais provável, de deputado distrital. Porém, com a prisão, sua candidatura foi para o espaço.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.