Julgamento de ação de Marconi contra Lula tem data marcada, 7 de março

Em foto de arquivo, governador Marconi Perillo e presidente Lula da Silva durante evento em Rio Verde, em 2004, quando o tucano avisou o petista do esquema de compra de apoio parlamentar no Congresso | Reprodução

Será dia 7 de março o julgamento da ação em o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), pede R$ 100 mil de indenização do ex-presidente Lula da Silva por danos morais. A data foi marcada pelo juiz Leonardo Chaves, da 16ª Vara Cível e Ambiental de Goiânia. Marconi afirma que Lula o perseguiu por ter dito na imprensa que revelou ao ex-presidente a existência do Mensalão. Em depoimento a uma CPI em 2012, o governador disse que nunca imaginou que ter dado um aviso o tornaria objeto de “tanto ódio e tanta perseguição”.

Lula, conforme revelou anos depois o ex-senador Delcídio do Amaral (MS), estimulou a criação da CPI do Cachoeira para incriminar o governador de Goiás e revidar o desgaste que ele o fez passar. Ampla reportagem sobre a ação impetrada por Marconi foi publicada em primeira mão pelo Jornal Opção, em outubro de 2017, assinada pelo editor Cezar Santos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

pedro estevao pereira

meu larga do pé de lula que povo e e se que quer a derrota dele