Jovair Arantes tende a trocar o PTB pelo PHS, e não pelo PSD. Ele quer o comando estadual

Jovair Arantes: o deputado quer “levar” o fundo partidário e o tempo de TV do PTB | Foto: Fernando Leite

Jovair Arantes: o deputado quer “levar” o fundo partidário e o tempo de TV do PTB | Foto: Fernando Leite

Diários goianos publicaram a “informação” de que o deputado federal Jovair Arantes estaria pensando em trocar o PTB — se for efetivada a fusão entre o partido e o DEM, o que levaria a legenda para a oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff — pelo PSD. Pode ser? Pode, pois a política tem razões que a própria razão desconhece. Frise-se, porém, que não é o jogo que mais entusiasma o parlamentar, um articulador hábil e infatigável.

Jovair Arantes joga com duas possibilidades. Primeiro, migrar para um partido menor do qual tenha o controle absoluto, tanto local quanto nacional (neste caso, é sempre difícil). Segundo, filiar-se a um partido com estrutura razoável, como PHS.

O PHS tem algumas vantagens para Jovair. Primeiro, é dirigido nacionalmente por um goiano, Eduardo Machado, com quem mantém relações cordiais e de respeito. Segundo, Machado abriria espaço para que ele assumisse o controle total do partido em Goiás. As conversas entre os dois políticos devem ser retomadas nesta semana.

Jovair sabe que é difícil, talvez impossível, mas estuda a possibilidade de levar o fundo partidário e o tempo de TV para o partido no qual deve se filiar. Alegaria, na Justiça Eleitoral, que teria sido traído pelo PTB.

O objetivo de Jovair, se deixar mesmo o PTB, é levar junto a bancada — 20 deputados federais e quatro senadores — para o PHS ou outro partido. Porém, se pudesse, seu grupo derrubaria a deputada federal Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, e continuaria no PTB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.