João Campos é cotado para ser suplente de Henrique Meirelles

Há outros nomes no páreo, como Alexandre Baldy (PP), Luiz Carlos do Carmo (MDB), Vilmar Rocha (PSD) e Wilder Morais (PSC)

Na base do governador Ronaldo Caiado o que se comenta é que o postulante a senador será definido em 2022, a partir de abril, tendo por base pesquisas de intenção de voto e qualitativas e comparação das estruturas de cada pretendente. Por isso não se pode falar que os deputados federais João Campos (Republicanos) e Delegado Waldir Soares (PSL, a caminho do União Brasil) e o ex-ministro Alexandre Baldy (Progressistas) estão fora do páreo e que o ex-ministro Henrique Meirelles já está definido.

João Campos: deputado federal | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Porém, se Meirelles não está definido, há quem aposte que tende a ser candidato na chapa de Ronaldo Caiado. Políticos dizem que há uma lógica incontornável: Meirelles é forte ao lado de Caiado, porém, se figurar em outra chapa, por exemplo na de Gustavo Mendanha (sem partido), poderá representar um perigo — dada sua capacidade de movimentar estruturas gigantes e poderosas.

Políticos experimentados postulam que a luta hoje nem é mais contra Meirelles, e sim para ser o seu suplente. Estão na lista de possíveis suplentes, em ordem alfabética: Alexandre Baldy, João Campos, Luiz Carlos do Carmo (MDB), Vilmar Rocha (PSD) e Wilder Morais (PSC). O deputado Delegado Waldir continua lutando, e muito, para ser candidato a senador. Mas a tendência é que dispute a reeleição, como puxador de votos do União Brasil.

Quem pode levar a melhor, quer dizer, a suplência de Meirelles? Tudo indica que pode ser João Campos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.