O produtor rural Iris “Amiguinho” Nunes, apesar do entusiasmo inicial, desistiu de disputar a Prefeitura de Porangatu em 2024. Ele iria se filiar ao PL e era o postulante a ser bancado pelo senador Wilder Morais, presidente do PL em Goiás.

Iris Nunes disse que, além de não ter pontuado bem nas pesquisas de intenção de voto, adversários decidiram expor sua vida pessoal, o que o desagradou profundamente.

Vanuza Valadares, prefeita de Porangatu: favorita na disputa pela reeleição │Foto: Reprodução

A rigor, pesquisas, neste momento, são meramente exploratórias, indicativas mais de conhecimento do que de popularidade. Pesquisas só vão apresentar resultados mais efetivos por volta de abril e maio de 2024. Sendo assim, o mais provável é que a desistência tenha a ver com os dossiês que começaram a circular sobre “negócios” de Iris Nunes e de sua família. Começaram a bater no produtor rural, abaixo da linha de cintura, ele não resistiu e foi a “nocaute” antes do início da luta. As forças governistas “dobraram” o político.

Apesar de informar que não irá disputar, Iris Nunes frisou que vai permanecer na oposição e vai apoiar o candidato mais consistente que irá enfrentar a prefeita Vanuza Valadares (União Brasil).

Márcio Luís da Silva e Rafael do Charque: aliados em Porangatu | Foto: Divulgação

Há quem postule que as oposições podem bancar Rafael do Charque, empresário bem-sucedido, ou Márcio Luís da Silva. Rafael do Charque assumiu o comando do Podemos em Porangatu, com o apoio do deputado federal e empresário Glaustin da Fokus.

Márcio Luís é uma incógnita. Presidente da Facieg, desfiliou-se do MDB. Mas permanece estreitamente ligado ao vice-governador Daniel Vilela. O projeto dele é o do presidente do MDB. Como se sabe, opera-se, em Porangatu, uma dobradinha do União Brasil (leia-se Vanuza Valadares) com o MDB (leia-se Márcio Luís, mesmo tendo desfiliado).

Pesquisas indicam que, no momento, o único grande rival de Vanuza Valadares é mesmo Márcio Luís, mas o empresário e advogado não demonstra entusiasmo com a disputa, sobretudo por causa da aliança entre União Brasil (partido de Vanuza Valadares e do governador Ronaldo Caiado) e o MDB (partido de Daniel Vilela).

Rafael do Charque, de acordo com aliados, pode ser o grande candidato das oposições. Mas há também quem opere para que seja vice de Vanuza Valadares. (E.F.B.)

Iris diz que não está filiado em nenhum partido

Com a nota no ar, Iris Nunes, o Amiguinho, entrou em contato com a redação e disse que ainda não estava filiado ao PL. Aliás, em nenhum partido.