Guerra pelo passe de Waldir Soares envolve pelo menos seis partidos políticos

Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Ao menos seis partidos ofereceram o comando para o deputado federal Waldir Delegado Soares em Goiânia. “PR, Pros, PHS, PTN, PRB e PV me ofereceram a direção na capital para que eu dispute a Prefeitura de Goiânia. Alguns deles chegaram a me oferecer o comando no Estado. Na segunda-feira, 29, protocolo minha desfiliação do PSDB e, durante a semana, filio-me a outro partido.”

Waldir frisa que está estudando os partidos, observando suas estruturas, tempo de televisão e disposição de bancar um candidato a prefeito em Goiânia. “O que posso dizer é que, no momento, estou mais próximo do Pros, dirigido por Eurípedes Júnior, e do PR, presidido pela deputada federal Magda Mofatto.” Magda frisa que as conversações estão adiantadas. “PHS, PTN e PRB me interessam. O PHS é dirigido nacionalmente por um goiano, Eduardo Machado. A deputada Renata Abreu dirige o PTN e quer minha filiação. O PRB me ofereceu legenda. Seu número, o 10, é interessante, pois, além de simbólico, é fácil de guardar.”

O delegado-deputado conta que recebeu convite do deputado federal Daniel Vilela para se filiar ao PMDB. “Daniel, que é meu amigo, foi decente: disse que me quer no PMDB, mas que não teria como me garantir a legenda para disputar a Prefeitura de Goiânia, porque o partido já tem um nome cotado, Iris Rezende, para concorrer em 3 de outubro”, afirma Waldir Soares. Daniel Vilela, consultado recentemente, confirmou o convite.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.