Grande surpresa de 2022 pode ser Daniel Vilela pra governador e Delegado Waldir pra senador

O emedebista terá dificuldade com o PP de Baldy e o PT de Otoni. Aliança pode ser com o PSL do deputado federal

Daniel Vilela, novos contornos para o jogo político de 2022 | Foto: Jornal Opção

O deputado federal Delegado Waldir Soares brigou com Marconi Perillo e deixou o PSDB. Ele alegou que tentou ser candidato a prefeito de Goiânia pelo tucanato, mas recebeu o veto pessoal do ex-governador. Ele filiou-se ao PR (hoje PL) de Magda Mofatto e disputou a Prefeitura de Goiânia, mas acabou derrotado.

Em seguida, em 2018, o parlamentar decidiu apoiar Ronaldo Caiado (DEM) para governador de Goiás. Ele foi reeleito pelo PSL — com quase 300 mil votos (levou junto seu companheiro de chapa Major Vitor Hugo, hoje seu desafeto político e pessoal). Mas, como não conseguiu indicar aliados para o primeiro escalão — e nem mesmo para o segundo escalão —, Delegado Waldir rompeu a aliança com o governador.

Agora, Delegado Waldir está viajando, nos finais de semana, por todo o Estado — montando e remontando as bases do PSL. Seu objetivo é lançar candidatos a prefeito nas grandes, médias e, quando possível, pequenas cidades de Goiás. Por trás disto há uma estratégia: o deputado quer participar de uma chapa majoritária em 2022. Para tanto, o PSL precisa estar forte e coeso.

Delegado Waldir quer disputar mandato de senador em 2022 | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

O principal objetivo de Delegado Waldir é disputar mandato de senador. Da chapa de Ronaldo Caiado, o deputado não participará, porque o rompimento é  apresentado por ele como “definitivo” e “incontornável”. Como há dificuldade de retomada de diálogo com o PSDB de Marconi Perillo e Jânio Darrot, o atual presidente do partido, Delegado Waldir poderá compor com Daniel Vilela.

Daniel Vilela, no momento, perdeu o apoio do Progressistas, que se aproximou do governador Ronaldo Caiado. Pode compor com o PT de Antônio Gomide e Rubens Otoni? Não se sabe, porque o PT subordina tudo ao “movimento” Lula Livre, o que o MDB não aprova. Portanto, não será nenhuma surpresa se, em 2022, Daniel Vilela disputar o governo do Estado com uma chapa majoritária com a participação de Delegado Waldir. Este como candidato a senador.

Seria um chapão popular. Frise-se que não há nada definido. Só conversas e articulações. Mas alianças só serão fechadas mais tarde, bem mais tarde.

0 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dalmy Pedro

kkkkkkkkk…Delegado Waldir tem que aproveitar seu mandato de Deputado Federal, que possivelmente será seu último !! Enterrou sua carreira política quando rompeu com o BOLSONARO !!