Durante encontro estadual do PSDB em Goiânia, governador Marconi Perillo confirma os nomes de Giuseppe Vecci e Fernando Cunha Neto com pré-candidatos na capital e em Anápolis | Foto: Gabinete de Imprensa
Marconi Perillo: novos rumos pro governo | Foto: Gabinete de Imprensa

Com o alongamento da dívida estadual decidida pelo governo federal, Goiás pode ter um alívio de até R$ 70 milhões mensais, o que significa cerca de R$ 800 milhões anuais.

Com a folga, o governo Marconi Perillo ganha musculatura financeira para terminar obras e até fazer novos investimentos.

E mais: vem aí o acordo da Codemins, que representa uma diminuição de R$ 40 milhões mensais no desembolso do tesouro estadual, o dinheiro da venda da Celg e os resultados do ajuste fiscal. Resumo da ópera: ao apostar no fiasco administrativo do tucano, a oposição entrou numa barca furada, como em 2014.