Governismo articula frentão para derrotar Valmir Pedro em Uruaçu

Governistas dizem que Valmir Pedro faz um governo populista, mas não está preocupado em gerar emprego e renda

Azarias Machadinho: o candidato do frentão a prefeito de Uruaçu | Foto: Facebook

Conta-se que, se não for candidata a vereadora em Goiânia, a ex-deputada estadual Eliane Pinheiro, do PSDB, vai ser vice do prefeito de Uruaçu, Valmir Pedro, do PSDB, em 2020. Um auxiliar do prefeito disse a um tucano que a notícia é fake news. Os dois são amigos e Eliane Pinheiro ajudou a bancar sua campanha em 2016, mas deve disputar mesmo em Goiânia.

Considerado um prefeito que “ama” a mídia e que divulga até o que não fez e não vai fazer, como se já estivesse feito, Valmir Pedro vai enfrentar uma pedreira daqui a 10 meses e alguns dias: o empoderado Azarias Machadinho Neto, do DEM.

A base governista vai se unir para apoiar Machadinho. Será união total contra Valmir Pedro, que, nos últimos tempos, estaria dizendo que vai registrar seu nome, na campanha, como Valmir “Perillo” Pedro. Ele se apresenta como “anti-Ronaldo Caiado 100%”.

Valmir Pedro, prefeito de Uruaçu: apontado como populista e demagogo | Fernando Leite/Jornal Opção

Produtor rural bem-sucedido, Machadinho perdeu para Valmir Pedro em 2016 por falta de experiência política. Leal ao governador Ronaldo Caiado, disputou mandato de deputado estadual em 2018 com o objetivo de ajudar a base governista — já que, desde sempre, seu principal interesse é administrar Uruaçu. Pesquisas mostram Valmir Pedro em primeiro lugar, mas com Machadinho cada vez mais colado.

Tido como uma espécie de Romeu Zema, o governador de Minas Gerais, Machadinho planeja, segundo aliados, governar para todos. Valmir Pedro é o típico político populista, demagogo e assistencialista. Ele está distribuindo gás para a população pobre com o objetivo de “fidelizá-la” eleitoralmente. Já Machadinho relata a aliados que seu forte, se eleito, será a geração de empregos. Ele quer criar oportunidades para que as pessoas se devolvam e não fiquem dependentes dos “favores” do setor público. Valmir Pedro não estaria se preocupando em gerar emprego e renda.

Aliados dizem que Machadinho já tem projetos para quando a Ferrovia Norte-Sul — e, depois, a Leste-Oeste — estiver funcionando plenamente. E ele pretende revitalizar o lago da região, ampliando o setor de turismo.

Interpelado sobre o fato de que a população considera que Valmir Pedro faz uma gestão eficiente, um ex-vereador contesta: “A gestão dele é apenas mediana, mas, como outras gestões foram ruins, o prefeito consegue fixar a imagem de que se trata de um gestor eficiente. Na verdade, ele faz o básico e é um expert em passar um ‘batom’ na cidade. O Ministério Público, por sinal, deveria investigar a história de que Valmir Pedro está distribuindo prêmios para o funcionalismo público — panelas de pressão e liquidificadores. O objetivo é ou não eleitoreiro? É função da prefeitura fazer isto?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.