Gomide e Vanderlan querem distância de Iris Rezende para não perderem o discurso da renovação

Pesquisas qualitativas indicam que o eleitor goiano percebe Iris Rezende como “velho” (em termos de idade mesmo) e “superado” (em termos de ideias).

Há uma questão que ninguém quer discutir, porque é indelicada, mas a idade de Iris Rezende, quase 81 anos, não agrada o eleitorado.

Mas a principal questão é que os eleitores não avaliam o ex-prefeito de Goiânia como moderno. Dizem que é um político correto, até competente para administrar, mas preocupa-se mais com asfalto do que com questões humanas. E sua resistência entre o funcionalismo público é muito alta.

Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide, candidatos a governador pelo PSB e pelo PT, respectivamente, sabem de tudo que está dito nos parágrafos acima. Por isso não querem compor com Iris Rezende. Eles acreditam que, embora se considerem “novos”, não conseguirão transferir isto para um candidato que a sociedade avalia como “velho”. No lugar de fortalecer Iris, eles é que ficarão mais frágeis pela associação com o peemedebista. Quem aliar-se a Iris, apostam, perde o discurso da renovação.

Por que, então, Iris está melhor nas pesquisas de intenção de voto do que Gomide e Vanderlan? Porque é mais conhecido, acreditam aliados do petista e do socialista.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.