Os servidores da liderança do partido fizeram um bolão com 49 cotas e cada um vai ganhar 2,4 milhões de reais

O governo de Jair Bolsonaro deu sorte para petistas. Para todos os petistas, não. Mas funcionários da liderança do PT na Câmara dos Deputados, em Brasília, fizeram um bolão e levaram 120 milhões de reais da Mega-Sena. Os integrantes do bolão da sorte vão receber, cada um, 2,4 milhões. Ficaram milionários, ainda que não riquíssimos, mas pelo menos, os que forem, deixarão de ser proletários — migrando de classe social. Os números premiados são 4, 11, 16, 22, 29 e 33. O 13? Não apareceu, não.

Foto: Reprodução/EBC

O bolão dos felizardos petistas contou com 49 jogadores, ou 49 cotas. Parlamentares, ao saberem que petistas, ou funcionários do PT, haviam sido premiados com a Mega-Sena milionária, chegaram a brincar, segundo Gustavo Maia, de “O Globo”, “dizendo que o PT agora vai desistir do projeto de taxação de grandes fortunas — uma bandeira do partido —, e que vai ter que ‘socializar’ o dinheiro”. É provável que os petistas vão deixar o PT? Talvez não. Talvez deixem o emprego.

Um dos premiados contou que outros funcionários não quiseram participar e estão arrependidos. “É difícil arrancar 10 reais”, afirma o sortudo.

Brasília – Movimentação nas lotéricas às vésperas do sorteio da Mega-Sena da Virada (Wilson Dias/Agência Brasil)

A deputada Benedita da Silva, do PT do Rio, exigiu, brincando: “Contem-me tudo e não escondam nada”. Alguns dos milionários, desconfiados, pouco falaram. Carlos Zarattini, do PT de São Paulo, corroborou a brincadeira: “E aí, ainda tem assessor aqui?” Um deputado acrescentou: “Agora são assessores ricos e deputados pobres”.

Uma ganhadora passou mal e o deputado Alexandre Padilha, deputado federal por São Paulo, teve de atendê-la. Ela estava com medo de, no lugar de ir à Caixa, correr para o Céu. Entre os ganhadores está um recepcionista. Outros servidores ganhavam, em média, 4 mil reais por mês.

Uma coisa é certa: os felizardos não estão pensando, segundo um deputado, em investir no PT, que, se fosse uma empresa, já teria falido. Por enquanto, vão deixar o dinheiro na Caixa Econômica Federal, certamente.

Ah, sim, nenhum dos ganhadores, do que estavam no Congresso durante o anúncio da premiação, disse que vão socializar a bolada.