Forças progressistas temem que Rubens Otoni não seja reeleito deputado federal

Sem uma coligação forte, o petista pode ficar fora da Câmara dos Deputados

Arquivo

Há um temor, nas hostes progressistas de Goiás, que o deputado federal Rubens Otoni não seja reeleito. Parlamentar atuante, o líder do PT contribuiu para o desenvolvimento de vários municípios de Goiás, mas enfrenta um problema sério: não há, na sua coligação, candidatos consistentes para deputado federal, o que pode dificultar a obtenção de quociente eleitoral.

A votação de Rubens Otoni tende a ser mantida, ainda que, dado ao desgaste mais do PT do que seu, não se tenha, na eleição deste ano, candidatos como Edward Madureira, Olavo Noleto e Mauro Rubem. Isaura Lemos decidiu disputar mandato de deputada federal, e não mais de estadual, com o objetivo de aumentar a musculatura do petista. Mas sua candidatura não é suficiente e a tendência é que tenha no máximo 30 mil votos, o que pouco ajudará na reeleição do petista.

Dado o avanço conservador na política de Goiás, com Ronaldo Caiado, teme-se que as forças progressistas percam um deputado que sempre soube fazer o contraponto avançado na política do Estado.

Deixe um comentário