Espanha aplica o desconfinamento parcial para as crianças

O governo cria normas menos rígidas, mas também apela ao bom senso dos pais de crianças e adolescentes

Celeste Gomes del Salto

Especial para o Jornal Opção, de Madri

Depois de quarenta dias de confinamento, o governo da Espanha anunciou que, a partir de domingo, 26, as crianças, até 14 anos, poderão acompanhar os adultos com os quais convivem — sejam eles pais ou cuidadores — aos supermercados, farmácias, posto de saúde, bancos. Também poderão dar um passeio, mas as medidas concretas ainda serão anunciadas pelo presidente no sábado, 25.

Cabe lembrar que as crianças permanecem fechadas nas suas casas desde o primeiro dia do estado de alarme, que hoje faz quarenta dias. Os adultos saem para fazer as compras, porém as crianças ficam nos apartamentos e casas, onde realizam diariamente suas atividades escolares, alguns com aulas via on-line, outros realizando deveres enviados por e-mail. A ajuda dos familiares tem sido fundamental nestes dias de confinamento.

Segundo as autoridades, os menores não necessitarão utilizar máscaras. Pelo menos isso foi explicado e aludiram ao fato de que é uma medida de proteção que não é totalmente eficaz nas crianças, pela dificuldade de conscientizá-las de que não devem passar as mãos no rosto. Mas prevalece a regra do distanciamento social, de pelo menos um metro e meio. Segundo os especialistas, as crianças são importantes vetores de transmissão do novo coronavírus.

Com os cidadãos confinados por cinco semanas nas suas casas e cumprindo as limitações de mobilidade de maneira exemplar, o presidente da Espanha, Pedro Sánchez, anunciou que o confinamento das crianças seria suavizado. Elas poderão sair, embora por tempo limitado. As condições ainda não estão completamente definidas, mas essa medida significa um leve alívio na regra geral do confinamento. Abriu mão para que as crianças pudessem passar um tempo ao ar livre, embora não possam brincar com os amigos. Somente sairão para dar um passeio.

E os adolescentes de 14 a 18 anos?

Bem, em teoria, e de acordo com a posição do governo, eles podem sair desde que atendam às exceções previstas pelo governo, que são iguais aos adultos.

Qual é o tempo máximo para as crianças permanecerem na rua?

Se supõe que a resposta chegará no sábado, 25. O governo estuda como limitar essas saídas. Como ocorreu nos outros países europeus.

Podem ir com a bicicleta ou o skate?

Em princípio não. Continua dependendo das recomendações finais estabelecidas pela área de saúde. O porta-voz do ministro indicou que “isso não seria aconselhável” e apelou ao bom senso dos pais. O governo alerta que os pais não podem perder de vista os filhos, que eles devem tê-los sob controle.

As crianças poderão descer ao pátio da urbanização?

Em princípio não. As recomendações da Associação Profissional de Administradores de Propriedades permanecem em vigor, o que inclui a necessidade de fechar todas as áreas e espaços comuns aos quais somente o pessoal de manutenção e limpeza pode acessar aos vestiários, saunas, ginásios, quadras de esportes de todos os tipos, áreas de jardim, playgrounds, áreas de recreação ao ar livre, salas comuns e qualquer espaço comum devem permanecer fechados.

Por outro lado, Sanchez informa que o estado de alarme permanecerá até o dia 9 de maio.

Os dados confirmados pelo serviço de saúde até o momento são: 213.024 infectados; 22.157 mortos; e 89.250 recuperados.

Celeste Gomes del Salto, jornalista, mora em Madri.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.