Ernesto Roller pode ir para o TCM e Humberto Aidar para o TCE

Os conselheiros Sebastião Tejota, do TCE, e Nilo Resende, do TCM, já podem se aposentar

Humberto Aidar (MDB): a caminho do TCE ou do TCM | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Sebastião Tejota estaria, segundo um deputado, contando duas histórias para interlocutores diferentes. Numa delas, registra que não vai se aposentar neste ou no próximo ano. Na segunda versão, estaria sugerindo que vai se aposentar para disputar mandato de deputado federal em 2022. Qual é a verdadeira? Por incrível que pareça, talvez as duas. No fundo, quer se aposentar. Mas quer sair “na boa”, quer dizer, negociando a saída, mantendo alguma estrutura no tribunal.

Se Sebastião Tejota, muito mais articulado politicamente do que o filho, o vice-governador Lincoln Tejota, deixar o TCE, neste ou no próximo ano, a tendência é que o deputado estadual Humberto Aidar, do MDB, ocupe o seu lugar. Ao menos é a vontade da maioria dos deputados estaduais.

Ernesto Roller: cotado para o TCM| Foto: Francisco Costa / Jornal Opção

Humberto Aidar estava mais cotado para o Tribunal de Contas dos Municípios, na vaga do conselheiro Nilo Resende, que já tem idade e tempo de serviço suficientes para se aposentar. Mas, se surgir mesmo a nova vaga, o parlamentar prefere o TCE.

A vaga do TCM ficaria para o secretário de Governo, Ernesto Roller. A Assembleia, desde que indique o conselheiro do TCE, não criará obstáculo para Ernesto Roller ser escolhido para o Tribunal de Contas dos Municípios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.