A disputa pela Prefeitura de Paranaiguara em 2020 foi uma das mais disputadas de Goiás. José Carlos Barbosa (Barbosinha), de 53 anos, foi eleito com 29,23% (1670 votos). Ricardo Valadão, de 39 anos, ficou em segundo lugar, com 29,23% (1651 votos). A diferença foi de 19 votos — um beicinho de pulga, como se diz na cidade.

Eleito pelo PSC, Barbosinha migrou para o União Brasil. Em Paranaiguara não se terá aliança entre União Brasil e MDB, porque os pré-candidatos dos dois partidos são muito fortes, e nenhum deles recua para apoiar o outro.

Pode se falar que há dois favoritos? No caso, é possível. No momento, Ricardo Valadão está tentando aglutinar as oposições. O vice-presidente estadual do MDB, Manuel Cearense, é peremptório: “Ricardo Valadão será eleito em 2024. Sua aliança está mais encorpada”.

Um detalhe curioso: o empresário Barbosinha e o administrador Ricardo Valadão são mineiros. O primeiro é de Ituiutaba. O segundo é de Santa Vitória. (E.F.B.)