Duas mulheres vão disputar o comando da Prefeitura de Pires do Rio

A ex-prefeita Cida Tomazini e a prefeita Cleide Veloso devem terçar forças pela segunda vez. Atual gestora tem desgaste

Cleide Veloso: prefeita de Pires do Rio | Foto: Reprodução

Em Pires do Rio é assim: não há espaço, na disputa pela prefeitura, ao menos em 2020, para homens. Na cidade prevalece o que os eleitores chamam de “império das amazonas”. Duas mulheres se apresentam como candidatas e são as favoritas. Ninguém quer disputar contra elas.

Trata-se de uma revanche. Em 2016, há quase três anos, Cleide Aparecida Veloso da Costa, do PP, derrotou aquela que parecia invencível, Cida Tomazini (PSDB, mas Pros e PSD disputam seu passe político). Cida Tomazini era apontada como imbatível dado o poderio econômico de sua família. Era o tostão contra o milhão — e o tostão levou a melhor.

Cida Tomazini: ex-prefeita de Pires do Rio | Foto: Reprodução

Esperava-se muito de Cleide Veloso, porque era o novo, a política menos rica que, por isso, trabalharia para melhorar a qualidade de vida de todos em Pires do Rio. No entanto, dois anos e quase 11 meses depois, a gestão da prefeita é mal avaliada. Aliados sugerem que, se remontar sua equipe — “que seria burocrática e não qualificada”, segundo um ex-vereador —, Cleide Veloso ainda tem tempo para dar um salto qualitativo. Porém, se mantiver a mesma equipe, que segue práticas velhas e não inovadoras, as chances de Cida Tomazini crescem.

Empresária, Cida Tomazini é sócia do Grupo Tomazini, que gera 2 mil empregos na região de Pires do Rio, nas áreas de avicultura e agricultura. Por que, se é tida como gestora eficiente, perdeu a eleição em 2016? Um ex-vereador explica: “O problema de Cida Tomazini é a arrogância dos ricos, dos que acham que, tendo dinheiro, podem tudo. Em 2016, a sociedade de Pires do Rio deu-lhe um recado. Espera-se que tenha consciência disso. Em 2020, daqui a dez meses e alguns dias, se adotar um comportamento mais humilde, poderá derrotar quem a derrotou, Cleide Veloso. A prefeita é simpática, mas não tem sido apontada como gestora eficiente pela população. Mas ela ainda tem quase um ano para recuperar seu prestígio e popularidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.