Doutor em história, Daniel Aarão diz que papel dos civis foi decisivo no golpe de 64 e na ditadura

Um dos maiores historiadores do período, Daniel Aarão afirma que alguns pesquisadores, para reforçar a ideia de ditadura militar, procuram reduzir o peso dos civis tanto no golpe quanto nos governos militares.

Nada ortodoxo, Daniel Aarão diz que a ditadura durou 15 anos, e não 21 anos, como se costuma dizer. O doutor em história sugere que a ditadura acabou mesmo em 1979.

Daniel Aarão é professor da Universidade Federal Fluminense.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.