Discussão de Plano Diretor de Goiânia na Cidade de Goiás é desculpa para turismo?

A vereadora Cristina Lopes diz que vai para Goiás no seu automóvel e que não  haverá nenhum custo para a Câmara Municipal de Goiânia

A vereadora Dra. Cristina Lopes (PSDB) vai discutir o Plano Diretor de Goiânia na Cidade de Goiás no domingo, 8, no Jardim Casa de Cora. Não se pode aceitar a tese de que o 7 de setembro, sábado, é feriado, por isso era preciso discutir a proposta do plano noutra cidade. Porque é feriado em todos os lugares, não só em Goiânia. E domingo é domingo também em todos os lugares.

Vereadora Cristina Lopes |Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Por que, então, discutir o Plano Diretor da Capital noutra cidade? A vereadora quer fazer turismo? Talvez não, porque Cristina Lopes é uma política íntegra. Mas a impressão que passa é que, sim, a Câmara Municipal de Goiânia está promovendo turismo na Cidade de Goiás. Não se deve cobrar seriedade só dos outros. É preciso cobrar também de si (leia a versão da vereadora abaixo).

Outro lado

A vereadora Cristina Lopes ligou para a redação e apresentou sua versão dos fatos: “Na verdade, vou discutir o Plano Diretor de Goiânia na Cidade de Goiás com foco em meio ambiente  — um assunto que interessa a todos os goianos — porque estarei lá para participar do encerramento do Fica Paralelo, no domingo, 8. Que fique claro que irei no meu carro e não haverá nenhum custo para a Câmara Municipal de Goiânia, para o Erário”.

A vereadora afirma que também vai debater a preservação do Rio Vermelho.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.