Delegado Waldir sofre bullying feminista e pode não disputar prefeitura de Goiânia pelo PMB

Filha de Cida Garcez (ou Jacqueline Vieira) pode assumir o comando do partido em Goiás

Waldir Soares delegado IMG_6639-620x413

O deputado federal Delegado Waldir Soares foi vítima de uma quase lei Maria da Penha, uma espécie de bullying feminista.

O comando nacional do Partido da Mulher Brasileira não gostou da conversa do tucano — tido como Rei do Machismo — e fechou-lhe as portas em Goiás. Porém, nacionalmente há quem o defenda para disputar a Prefeitura de Goiânia pelo partido. Mas líderes do PMB preferem mais deputados federais do que prefeitos.

O PMB conta com nove deputados federais e deve ser dirigido em Goiás por uma filha da vereadora Cida Garcez ou pela superintendente do Meio Ambiente do governo do Estado, Jacqueline Vieira, ambas aliadas do governador Marconi Perillo (PSDB).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.