Companhia das Letras lança romance de Ian McEwan, no qual o narrador é um feto

livro“Enclausurado”, o novo romance do escritor inglês Ian McEwan, chega ao Brasil com tradução de Jorio Dauster, pela Companhia das Letras (200 páginas). O narrador da obra é um feto, o que é surpreendente, lembrando, não vagamente, Kafka e Philip Roth (o de “O Seio”). A editora o apresenta como “uma joia do humor e da narrativa fantástica”.

Como ainda não li, transcrevo a sinopse da editora: “O narrador deste livro é nada menos do que um feto. Enclausurado na barriga da mãe, ele escuta os planos da progenitora para, em conluio com seu amante que é também tio do bebê , assassinar o marido. Apesar do eco evidente nas tragédias de Shakespeare, este livro de McEwan é uma joia do humor e da narrativa fantástica. Em sua aparente simplicidade, Enclausurado é uma amostra sintética e divertida do impressionante domínio narrativo de McEwan, um dos maiores escritores da atualidade”.

O leitor que estiver interessado no livro pode ler uma entrevista de Ian McEwan, concedida a um jornal de Portugal, no site do Jornal Opção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.