Chico Buzina mandou matar vice-prefeito e patrocina candidatura de filhos e irmão em 3 cidades goianas

Chico Buzina vai bancar candidatos a prefeito em Anicuns, Nazário e Avelinópolis

Chico Buzina sendo julgado

Francisco Alves Neto, o Chico Buzina (acima, no julgamento), condenado como mandante do assassinato de Paulo Brito, jovem político de Anicuns, ficou preso durante anos na penitenciária de Aparecida de Goiânia. Agora, com tornozeleira eletrônica, está no regime aberto e articula politicamente em pelo menos três municípios de Goiás.

Em Anicuns, Chico Buzina vai bancar a candidatura de um filho, Franco Alves (PR) — o Franco Buzina —, para prefeito contra o candidato bancado por seu próprio irmão, o prefeito Manoel Vicente Vieira (PSD), o Manoel Buzina.

Em Avelinópolis, Chico Buzina vai bancar o filho caçula, Fábio “Buzina” Alves (PR). Em Nazário, prepara o lançamento da candidatura de um irmão, Tuíra “Buzina” Alves (PR). Buzina sênior teria vendido uma fazenda, em Mato Grosso, e estaria capitalizado.

A fazenda teria sido comercializada por 60 milhões de reais. Chico Buzina, que tem uma cerâmica em Avelinópolis, estaria torrando muito dinheiro para tentar eleger os filhos e o irmão. Estaria organizando sorteios de motos e churrascos e distribuindo milho e cestas básicas. Um deputado sugere: “O Ministério Público deveria pelo menos observar o que está acontecendo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.