Candidato oficial a senador da base governista deve ser João Campos ou Lissauer Vieira

Se depender de popularidade, verificada em pesquisa, o candidato deve Delegado Waldir. Alexandre Baldy também está no jogo

Não se pode dizer que o candidato a senador na chapa do governador Ronaldo Caiado já está definido. O objetivo era defini-lo apenas em agosto, no período das convenções partidárias. Mas há quem aposte que a definição pode sair antes.

João Campos: base evangélica defende sua candidatura | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

No momento, começa-se a sugerir que os dois políticos mais fortes para senador são João Campos, do Republicanos, e Lissauer Vieira, do PSD.

João Campos porque tem o apoio de um partido forte, o Republicanos, das igrejas Universal e Assembleia de Deus e da TV Record (a emissora não se envolve em política, mas é ligada à Igreja Universal de Edir Macedo). Além do fato de que é deputado federal e delegado de polícia licenciado.

Lissauer Vieira

Lissauer Vieira, presidente da Assembleia Legislativa | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Se não fizer parte da chapa de Ronaldo Caiado, João Campos pode migrar para a chapa do pré-candidato do Patriota a governador, Gustavo Mendanha. Leva parte do partido, mas não seu núcleo, quer dizer, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, o deputado estadual Jefferson Rodrigues (pré-candidato a deputado federal) e Rodney Miranda (ex-secretário de Segurança Pública e pré-candidato a deputado federal). Mas o parlamentar quer mesmo é figurar na chapa governista. Só irá para o lado de Mendanha se não for escolhido candidato a senador (o presidente nacional do Republicanos, Marcos Pereira, o liberou para disputar o que quiser e com quem quiser).

Delegado Waldir Soares: forte nas pesquisas de intenção de voto | Foto: Reprodução

Lissauer Vieira é forte por vários motivos, como ser presidente da Assembleia Legislativa, liderar uma frente de deputados estaduais e representar uma região que, além de próspera, tem um grande eleitorado (Rio Verde, por exemplo, tem 140 mil eleitores). O deputado pertence a um partido forte, que tem um senador, Vanderlan Cardoso, um deputado federal, Francisco Júnior, e seu presidente, Vilmar Rocha, foi deputado federal várias vezes.

O presidente do pP, Alexandre Baldy, permanece no páreo e garante que será candidato a senador, “oficial” ou “independente”, mas na base de Ronaldo Caiado. O partido que dirige é forte em Goiás — tem vários prefeitos, como o de Anápolis, Roberto Naves — e no país (o ministro-chefe da Casa Civil, senador licenciado Ciro Nogueira, é tão forte no governo de Jair Bolsonaro que parte da imprensa o chama de “primeiro-ministro”. Ele é o presidente nacional do Progressistas).

Alexandre Baldy, presidente do pP em Goiás | Foto Fernando Leite/Jornal Opção

Bem colocado nas pesquisas de intenção de voto, o deputado federal Delegado Waldir Soares, do União Brasil, afirma que será candidato a senador, ainda que “avulso”. Ele é um político determinado e o critério “pesquisa” o beneficia, porque, em levantamentos divulgados, fica atrás (e bem próximo) apenas de Marconi Perillo, do PSDB.

Luiz Carlos do Carmo: senador pelo PSC| Foto: Divulgação

Zacharias Calil, do União Brasil, ainda segue com o pensamento de disputar mandato de senador. Mas o governador Ronaldo Caiado tende a convencê-lo a disputar mandato de deputado federal, porque ele deve ser o puxador de votos do União Brasil. Sem o médico, o partido corre o risco de não eleger nenhum deputado.

Há quem postule que Luiz Carlos do Carmo aceitará a suplência de Lissauer Vieira ou de João Campos. Mas não é o que ele. O senador do PSC sempre afirma que será candidato à reeleição.

Zacharias Calil: União Brasil aposta no médico para deputado federal | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Na base governista, comenta-se que Marconi Perillo vai acabar se candidatando a governador, e não a senador. Sem ele no páreo, é provável que fique mais fácil para qualquer candidato da base governista ser eleito para o Senado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.