O senador Ronaldo Caiado é um político sério, mas, quando afirma que Goiás é uma terra arrasada, mostra-se exagerado e, deste modo, perde credibilidade. Críticas moderadas dariam resultados mais positivos para o líder do partido Democratas.

Os empresários goianos, que precisa divulgar o Estado, concordam com a tese de “terra arrasada”? Não concordam. Assim, a crítica não encontra eco, exceto entre os convertidos — o que não funciona, nem do ponto de vista eleitoral.

Não dá para comparar Goiás com outros Estados do país — como Rio do Grande do Sul, gerido pelo PMDB.