Bolsonaro sugere ao apóstolo César Augusto que Mendonça vai ser ministro do STF

“O ex-ministro da Justiça André Mendonça é terrivelmente evangélico e tem 98% de chances de ser indicado ao STF”, postula César Augusto

Apóstolo César Augusto, da Fonte da Vida, e o presidente Jair Messias Bolsonaro, no Palácio do Planalto | Foto: Instagram

O apóstolo César Augusto, da Igreja Apostólica Fonte da Vida, é um dos principais interlocutores de Jair Messias Bolsonaro. Ele esteve com o presidente duas, recentemente, e, por isso, foi ouvido por um jornalista da “Veja”, que publicou a reportagem “Chance de Mendonça no STF é de 98%, afirma pastor que esteve com Bolsonaro”. César Augusto é goiano.

André Mendonça, advogado-geral da União, é presbiteriano. “Ele é terrivelmente evangélico e tem 98% de chances de ser indicado ao STF”, postula César Augusto. O líder religioso de Goiás é, segundo a “Veja”, “uma das lideranças evangélicas que mais frequentam o Palácio do Planalto.”

“Ainda não tem a data do anúncio, mas o presidente é um homem de palavra. Mendonça é jurista extremamente preparado e conta com a simpatia e o respaldo do segmento evangélico”, afirma César Augusto.

Um importante membro da Frente Parlamentar Evangélica da Câmara dos Deputados disse à “Veja”: “De zero a dez, uma chance de ser o Mendonça hoje é 8. Mas a prerrogativa é toda do presidente.

O senador Flávio Bolsonaro trabalha pela indicação do ministro do STJ Humberto Martins para a vaga do ministro Marco Aurélio Mello, que se aposenta em julho. Humberto Martins é adventista.

Augusto Aras também batalha para ser indicado para a vaga do Supremo Tribunal Federal. Não seria terrivelmente ateu, mas não é evangélico.

Segundo a “Veja”, Mendonça “já começou a se aproximar de alguns senadores”, pois “a indicação precisa ser aprovada pelo Senado”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.