Ascensão de Daniel Vilela pode acabar com a política do ódio entre PMDB e PSDB

Foto: Alexandre Parrode/Jornal Opção

Daniel Vilela: novo líder do PMDB Foto: Alexandre Parrode/Jornal Opção

Os formuladores da linha política do marconismo avaliam que a eleição de Daniel Vilela para presidente do PMDB é positiva.

Primeiro, porque o deputado federal, ao contrário de Iris Rezende, não tem ódio pelo governador Marconi Perillo (PSDB).

Segundo, porque é um político tido como moderno, com o qual dá para dialogar.

A decadência do irismo pode acabar com o ódio extremado na política de Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.