Aliado de Ronaldo Caiado assegura que deputado não disse que não subiria no palanque de Marconi Perillo

Ex-prefeito afirma que, nos últimos meses, o presidente do DEM de Goiás está mais para “Caiado paz e amor”

Alguns integrantes da base que abrem mão do DEM na chapa do governador Marconi Perillo (PSDB) têm um argumento básico. Dizem que Ronaldo Caiado faria campanha-solo, longe do governador. Segundo eles, o próprio deputado teria dito que vai ficar a distância, mesmo em caso de aliança. “Essa sentença não é de Caiado”, garante um de seus principais aliados.

Quem conversou com Caiado diz que o argumento é “terrorismo típico de pré-campanha”. Um ex-prefeito, marconista e caiadista, assegura que o deputado do DEM “nunca falou” que não subiria no palanque com Marconi. O ex-prefeito garante que “com Caiado não existe meio apoio”.

Um auxiliar do primeiro time do governo apoia a articulação com Caiado, mas fica com pé atrás exatamente por temer a tal “campanha-solo”. O ex-prefeito afirma que perguntou a Caiado se ele já pronunciou a tal frase. O democrata teria negado. Segundo o ex-prefeito, o que Caiado afirmou é que pode ser candidato ao Senado independente de quem for a governador, até sozinho.

O ex-prefeito tem pavor do PT, mas compara a situação do líder do DEM à de Lula pré-2002: “Nos últimos meses, ele está mais para Caiado paz e amor”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.