O Plenário da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) aprovou na tarde dessa quarta-feira, 14, durante a sessão extraordinária híbrida, a proposta assinada pelo deputado Bruno Peixoto (UB) que altera o Regimento Interno da Casa. O objetivo, segundo o parlamentar, é alterar a Constituição Estadual para proibir a reeleição do presidente da Assembleia Legislativa.

“Essa modificação visa a modernização da gestão e garante a alternância de poderes, buscando maior eficiência do Poder Legislativo” afirmou Bruno. O texto foi aprovado com 25 votos favoráveis, em primeira fase. Após mais uma fase de votação na Casa, a matéria poderá ser efetivada.