Após a diplomação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que ocorreu ontem, 12, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve anunciar mais uma leva dos futuros ministros que vão compor o novo governo. Além disso, o PT terá de negociar com sua base em Goiás os cargos federais.

De acordo com as fontes consultadas, a finalização deve ficar para março. Só no caso da Sudeco que o indicado pode ter o dedo do governador Ronaldo Caiado. Para esse cargo, cita-se Madson Veiga (ligado a Rubens Otoni) ou até mesmo Edilberto Dias.

A lista de cargos é extensa, e mesmo para os de carreira como Advocacia Geral da União (AGU), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Procuradoria da Fazenda Nacional (PFN), Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal existem negociações.

A lista de livre nomeação:

Cedevasf

Agência Nacional de Mineração (antiga Companhia Nacional de Pesquisa Mineral) – o diretor precisa ser geólogo.

Conab

Delegacia Regional de Mineração

Delegacia Regional do Ministério da Agricultura

Delegacia Regional do Ministério da Saúde

Dnit  

Embrapa

Funai

Funasa

Ibama

IBGE

Incra

Inmetro

Iphan

Superintendência do Patrimônio da União

Vigilância Sanitária

Além desses órgãos e entidades, existem ainda os escritórios da Petrobrás, com gerência de distribuição, e agências com escritórios locais, como Anatel, Aneel, Agência Nacional de Transporte e outras.