Secretário apresenta aos grevistas da Saúde proposta da Prefeitura

semana.qxd

Em reunião, o secretário Fenando Machado repassou as propostas sobre auxílio-movimento, adicional de insalubridade e data base de 2014 apresentadas pelo prefeito Paulo Garcia

semana.qxd

Foto: SindSaúde

O secretário de Saúde de Goiânia, Fernando Machado, apresentou propostas aos representantes grevistas da categoria, na sexta-feira, 27, para continuar a negociação iniciada na quarta-feira. Há 16 dias os profissionais da saúde deflagraram greve e mantêm apenas 30% dos efetivos nas unidades.

Ainda na quarta-feira, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) determinou que 80% dos trabalhadores da saúde continuassem trabalhando durante o movimento grevista, mas os sindicatos até então não foram notificados. Segundo o secretário, a Prefeitura se compromete a manter o benefício do auxílio-movimentação até 1° de agosto e, nesse período, regularizará a portaria que desagradou aos profissionais. O prefeito Paulo Garcia ainda se comprometeu a criar uma gratificação que substitua o adicional de insalubridade, quando a prefeitura estiver melhor financeiramente.

Sobre a data-base 2014, tanto Paulo Garcia como o secretário de Finanças, Jeovalter Corrêa, alegaram ser impraticável qualquer mudança na proposta de pagamento.  Os representantes da categoria afirmaram que ainda não há avanço, de fato, nas negociações e que as informações passadas por Fernando serão analisadas. Na segunda-feira, eles realizaram um protesto na Avenida Universitária, interrompendo por alguns minutos o trânsito na região.

Professores mantêm greve

Professores da Rede Municipal de Educação lavaram roupas no chafariz da Câmara de Vereadores de Goiânia, em ato simbólico, na quinta-feira, 26. Eles ocupam o plenário da Casa des­de o dia 10 de junho e estão em greve há mais de um mês. O gru­po ainda protocolou no Ministério Pú­blico do Estado (MPGO) uma pau­ta mais enxuta de reivindicações para dar continuidade nas negociações com a Prefeitura de Goiânia. Um dia an­tes, o presidente da Câmara de Goiâ­nia, Clécio Alves (PMDB), sus­pen­deu o pedido de reintegração de posse do plenário da Casa. Em nota, o sindicato que representa a categoria in­formou que Clécio disse que “irá bus­car uma saída pacífica para a resolução do impasse criado entre a pre­fei­tura e os manifestantes”. A pauta reivindica o pagamento do retroativo do piso salarial e das titularidades, estabelecimento de gratificação de 30% para auxiliares e o cumprimento da data base para os servidores administrativos.

Operação apreende celulares, drogas e armas brancas

A Superintendência de Segu­rança Penitenciária, da Secretaria da Ad­mi­nis­tração Penitenciária e Justiça (Sa­pejus), realizou uma operação na Pe­ni­tenciária Odenir Guimarães (POG), no Complexo Prisional de Apa­recida, na quinta-feira, 26, e apre­endeu drogas, celulares e armas. Os a­gentes encontraram 260 gramas de maconha, crack e cocaína, 51 celulares, vários carregadores, 41 facas ar­te­sanais e 121 chips de celulares dentro de celas. Segundo a Sapejus, os ma­teriais foram encontrados nas pa­re­des, vasos, esgoto, teto e nas camas dos detentos. A ação foi realizada pelo Grupo de Operações Peniten­ciárias (Gope), e contou com a participação de equipes da Superin­ten­dência de Segurança, da 1ª Regional Metropolitana. “Esse tipo de ação está sendo intensificada em todo o estado”, informou o superintendente coronel Edson Costa.

PT, PMDB e PSDB definem chapas majoritárias

A executiva do PT estadual se reuniu na quinta-feira, 26, e optou pelo vereador Tayrone Di Martino para vice-governadoria, na chapa de Antônio Gomide. Um dia antes, também em reunião executiva, o PT apresentou a deputada federal Marina Sant’Anna, que concorrerá ao Senado. De acordo com a pesquisa realizada pelo instituto Fortiori e encomendada pelo Jornal Opção, a deputada conta com 18% das intenções de voto, atrás apenas do recém-aliado ao PMDB de Iris Rezende, Ronaldo Caiado (DEM), que desponta com 36%. O PMDB completa a chapa majoritária com Armando Vergílio (SD). “A população não checa quantas coligações o partido tem”, disse o presidente da sigla estadual, Ceser Donisete, sobre a chapa ser “puro sangue”. Já o Ginásio Goiânia Arena estava decorado, para a convenção do PSDB, marcada para esse sábado, 28, com cartaz com o slogan “Goiás cada vez melhor”, onde o governador Marconi Perillo (PSDB) aparece ao lado do pré-candidato ao Senado, Vilmar Rocha (PSD) e de José Eliton, ladeado do título de “vice-governador”.

Sarney desiste de tentar reeleição

O senador José Sarney (PMDB-AP) anunciou, na terça-feira, 24, à presidente Dilma Rousseff (PT) que não tentará a reeleição. Isso significa, devido à idade do peemedebista, que Sarney está se aposentando da vida política, iniciada em 1955 pelo então PSD, quando assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados. O comunicado à presidente foi feito durante uma viagem, que fizeram juntos, de Brasília para Macapá. A ocasião era para a entrega de residências do programa Minha Casa, Minha Vida. Sarney foi vaiado em cinco momentos na cerimônia. “Entendo que é chegada a hora de parar um pouco com esse ritmo de vida pública que consumiu quase 60 anos de minha vida e afastou-me muito do convívio familiar”, disse. A afirmação reitera a justificativa, dada por pessoas próximas, que o afastamento é de cunho familiar.

Polêmica, Lei da Palmada  entra em vigor

Publicada na sexta-feira, 27, no Diário Oficial da União, a Lei da Pal­mada proíbe o uso de castigos físicos e de tratamento cruel ou degradante como formas de correção, disciplina e educação a crianças e adolescentes. A norma determina que pais e os outros integrantes da família, responsáveis e agentes públicos executores de medidas socioeducativas, que descumpram a norma, sejam encaminhados para um programa oficial ou comunitário de proteção à família, tratamento psicológico ou psiquiátrico, mais a aplicação de advertência. União, Estados e municípios deverão atuar articuladamente com a criação de políticas públicas e ações que coíbam castigo físico ou tratamento cruel e degradante, além de difundir formas não violentas para educar os menores. A lei prevê que em casos de suspeita ou confirmação de castigo o conselho tutelar mais próximo seja comunicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.