Country Club do RJ causa polêmica ao restringir uso do banheiro por babás

Norma local estabelece que elas só podem frequentar o banheiro infantil. Em Goiás, prática é diferente e respeita profissionais 

Foto: Divulgação

Clube disse que banheiros são privativos e sócias deixam seus pertences lá | Foto: Divulgação

O Country Club de Ipanema, no Rio de Janeiro (RJ), se envolveu em mais uma polêmica por impedir que babás usem o banheiro feminino. Segundo publicado pelo jornal O Globo, a norma do local estabelece que elas são obrigadas a usar o banheiro das crianças.

Na terça-feira (24/5), o colunista Ancelmo Gois denunciou o caso de uma babá que usava o banheiro feminino para dar banho em duas crianças e foi obrigada a deixar o local e ir para outro local. O clube não se pronunciou, mas disse ao jornalista que os banheiros são de uso privativo e que as sócias deixam seus pertences lá.

De acordo com o colunista, o Ministério do Trabalho já abriu investigação contra o clube por discriminação.

Em Goiás

Já o Country Club de Goiânia não segue a regra (absurda) criada no Rio de Janeiro. Na verdade, o clube tem política de respeito a todos os profissionais. Babás são tratadas com o respeito necessário, estando livres para transitar em todas as áreas do complexo e fazer uso de todos os equipamentos disponíveis para os sócios.

Deixe um comentário

wpDiscuz