O festival Pint of Science, criado na Inglaterra em 2013, busca aproximar cientistas da sociedade trocando o ambiente das discussões científicas de salas de aula para bares e restaurantes. O festival é realizado em 25 países e chega a 123 cidades brasileiras, entre esta segunda-feira, 22, e quarta-feira, 24. Em Goiás, o evento chega a Anápolis e Formosa.

No ano passado, o Pint of Science – o nome faz referência ao copo, pint, comum em pubs ingleses – também ocorreu em Goiás, com espaços de debate em Goiânia. Neste no, no entanto, a capital não está inclusa no roteiro do evento.

A edição 2023 tem o tema “Um Brinde à Ciência”. Para os organizadores, o objetivo é “estabelecer um diálogo aberto e informal entre os cientistas e o público em geral, contribuindo para o desenvolvimento da educação científica no país”. A edição deste ano contará com a presença de mais de 600 pesquisadores e especialistas, que discutirão tópicos relevantes de temas cotidianos, mas instigantes, como a importância do oceano, bactérias, estrelas e feromônios sexuais.

Em Anápolis, os cientistas botequeiros terão acesso a três debates ao longo dos três dias de evento. Na segunda-feira, Ciência e Pseudociência nos filmes da Marvel e da DC; na terça, 23, Jornalismo científico na era digital; e na quarta, 24, Inteligência Artificial. Todos os debates acontecem a partir das 19h30, na Go Brew Cervejaria Artesanal, no Parque Brasilia.

Já em Formosa, os debates ocorrem no Paladini Bistrô, no Parque Laguna, também Pas 19h. Lá, a agenda inclui as discussões Apenas medicação ou responsabilidade com mudanças de hábitos?, na segunda, 22; Diálogos entre ciência e religião: superando o conflito, na terça, 23; e Inteligência Artificial aplicada em Física e Astrofísica, na quarta, 24.