Youssef recebe alta médica e retorna direto para prisão

Esta foi a terceira vez que ele teve de ser encaminhado para uma unidade hospitalar após sua prisão

Doleiro Alberto Yousseff, preso pela Operação Lava-Jato e apontado como chefe do grupo

Doleiro Alberto Yousseff, preso pela Operação Lava-Jato e apontado como chefe do grupo | Foto: Reprodução

O doleiro Ablerto Youssef, principal investigado na Operação Lava-Jato, da Polícia Federal, recebeu na manhã desta quarta-feira (29/10) alta do hospital onde estava internado desde o último sábado (25) após ter passado mal em carceragem. Na data, ele passou por exames médicos e, segundo o cardiologista Rubens Zenobio Darwinch, estava lúcido e com sinais vitais dentro da normalidade.

Youssef foi liberado pela equipe médica e seguiu de volta para a carceragem na capital do Paraná, onde estava detido antes do mal súbito. Esta foi a terceira vez que ele teve de ser encaminhado para uma unidade hospitalar após sua prisão.

O depoimento do suspeito na CPMI da Petrobras, que deveria ocorrer nesta quarta-feira, foi cancelado pelo senador e presidente da comissão, Vital Rêgo (PMDB-PB). O parlamentar afirmou que a internação do doleiro não tem relação com a dispensa de seu depoimento.

O acusado tem um acordo com a Justiça de delação premiada no processo que trata uma suposta distribuição de proprinas dentro dos cofres da Petrobras. Entre os partidos envolvidos estão o PT, PP e PMDB.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.