Wesley Batista diz que JBS “voltou à normalidade”

Revista “Veja” registra conversa entre um dos donos do grupo que comanda a empresa e acionistas

Joesley Batista, Júnior Friboi e Wesley Batista: objetivo é preservar o nome da família | Foto: reprodução 

A coluna “Radar Online”, da revista “Veja”, registra, neste fim de semana, que o empresário/delator Wesley Batista afirmou a acionistas e funcionários que a JBS “estava voltando à normalidade”.

A afirmação do goiano, que assinou acordo de delação premiada para revelar um dos maiores esquemas de corrupção do Brasil, surpreendeu a todos. Além disso, ele teria dito que o objetivo maior neste momento é “preservar o nome da família”. Virou chacota.

Vale lembrar que a holding que controla a JBS, a J&F, terá que pagar R$ 10,3 bilhões como parte do acordo de leniência assinado pelos Batista. É a maior da história do mundo. E mais: responde a vários outros processos, incluindo um de “insider trading” (ao comprar dólares antes do vazamento da delação).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.