“Vocês podem esperar de mim uma primeira-dama atuante”, diz Izaura Cardoso

Goiânia possui um histórico de primeiras-damas que mostraram que o cargo é muito mais que simbólico

Izaura Cardoso postulante ao cargo de primeira-dama de Goiânia | Foto: Divulgação

O posto de primeira-dama surge junto com a instauração do Brasil enquanto República. 131 anos se passaram, desde então a função de “esposa de chefe de Estado” foi alternando entre posição simbólica e o trabalho assistencialista.

As mulheres nas últimas décadas tem ocupado cada vez mais espaços de decisão, apesar disso, ainda não conseguimos romper com alguns papéis de estereótipos de gênero. As atividades que são desenvolvidas pelas primeira-damas, deixa evidente essa questão, oscilando entre pautas relacionadas à assistência social e para acompanhar o marido em compromissos oficiais, cumprindo o papel de esposa. Elas exercem função política, mas ao mesmo tempo o posto carrega o estigma de submissão.

Em Goiânia, o posto de primeira-dama foi ocupado por mulheres que nem de longe viveram à sombra de seus maridos, muitas delas reconhecidas até hoje pelo seu trabalho a frente de programas de assistência social, além de serem decisivas para a consolidação da Capital.

Dona Gercina Borges Teixeira é referência, conhecida como “Mãe dos pobres”, ela esteve a frente de vários projetos, um deles a criação da Santa Casa quando era a presidente da Legião Brasileira de Assistência (LBA), em Goiás. Figura carismática e admirada por todos que a conheceram, a esposa de Pedro Ludovico Teixeira, foi fundamental para a construção e desenvolvimento político de Goiânia. 

Além de Dona Gercina, também tivemos no cargo de primeira-dama a historiadora Geralda Albernaz, ela esteve a frente da extinta Fundação Municipal de De­sen­vol­vimento Comunitário (Fumdec) onde realizou programas sociais importantes para a Capital, como o Trabalhando com as Mãos, onde amparou crianças, adolescentes e idosos de todo município. 

O projeto Cidadão 2000 também foi implementado em Goiânia graças ao trabalho da primeira dama Lucide Sauthier Accorsi, no início da gestão de Darci Accorsi. O programa contou com profissionais das áreas de psicologia, pedagogia e assistentes sociais, eram três frentes de atuação: no atendimento preventivo, na proteção integral e na inserção ao mercado de trabalho.

Tendo como base o histórico das primeiras-damas de Goiânia, o Jornal Opção entrevistou as postulantes ao cargo. Buscamos conhecer mais quem serão essas mulheres, quais pautas elas pretendem trabalhar pelo município. 

O perfil de hoje é de Izaura Cardoso, esposa do candidato Vanderlan Cardoso (PSD).

Izaura Cardoso

Izaura Cardoso nasceu em Boa Vista-Roraima, é empresária no ramo de indústria e comércio. Sua atuação era mais direcionada às áreas de Marketing e Recursos Humanos, mas, atualmente, assumiu a administração das empresas. Casada com Vanderlan há 32 anos, Izaura tem 2 filhos: Amanda e Victor.

Eles se conheceram em Boa Vista, quando ela trabalhava de auxiliar de arquivo em uma construtora. “Nós começamos a namorar e fomos trabalhar juntos. Ele me chamou para fazer vendas para as regiões de periferia de Roraima. Éramos só nós dois e vendíamos só cinco tipos de produtos. Trabalhamos duro, dia e noite, começamos a prosperar e o negócio foi aumentando. Fomos ampliando os negócios, montamos um centro de distribuição, até que nós abrimos dois supermercados em Roraima. A partir daí, nossos negócios deram um salto e nós conquistamos nossa estabilidade financeira”, conta Izaura. 

Segundo a empresária “Vanderlan ama essa terra! Tanto que as pessoas faziam fila para comprar nos nossos supermercados, a gente vendia muito e, mesmo assim, ele decidiu abrir mão de tudo o que construímos lá para recomeçar aqui”. 

A empresária já ocupou o cargo de primeira-dama do município de Senador Canedo, no período de 2005 à 2010. Segundo Izaura, ela não medirá esforços para ajudar Vanderlan (PSD) durante a sua gestão se eleito prefeito de Goiânia. “Vocês podem esperar de mim uma primeira-dama atuante, que não tem medo de desafios, e, principalmente, que tem vontade de trabalhar” afirma a postulante a primeira-dama da Capital. 

Izaura e o marido Vanderlan Cardoso | Foto: Divulgação

Como será sua atuação junto à prefeitura caso seu marido seja eleito?

Eu e Vanderlan estamos juntos há 32 anos. Somos parceiros em tudo. Não vou medir esforços para ajudá-lo a fazer a melhor gestão para todos os goianienses. Vocês podem esperar de mim uma primeira-dama que não tem medo de desafios, e, principalmente, que tem vontade de trabalhar. Há muitas pessoas aqui em Goiânia em situação de vulnerabilidade social e que precisam de atenção e amparo do poder público. É por essas pessoas que eu vou trabalhar.

Eu estou muito motivada e animada a desenvolver a gestão social da prefeitura de Goiânia. Já fui primeira-dama, tive a oportunidade de desenvolver um grande trabalho e sei como é gratificante poder transformar a vida das pessoas. Essa é a função da política, e é o nosso objetivo: dar qualidade de vida às pessoas, com a prestação de serviços públicos gratuitos e de qualidade para todos.

Você atua em movimentos sociais?

Eu tive a oportunidade de desenvolver importantes políticas públicas para promover a proteção social de pessoas em situação de vulnerabilidade quando fui primeira-dama. Foi um grande aprendizado pra mim. Eu já era apaixonada pela área social e me encantei com a capacidade que a política social tem de transformar a vida das pessoas. Promover a política social é promover a esperança.

Por 15 anos, eu ministrei a palavra de Deus, sou missionária na África há mais de 16 anos, amo fazer missões, faço através da minha igreja também há 13 anos no nordeste. Dentro das nossas empresas, nós fazemos também muitas ações sociais, muitas parcerias, por exemplo, com Hospitais do Câncer da Criança da Bahia, Hospital do Câncer aqui de Goiânia, que é o Hospital Araújo Jorge, onde nós repassamos uma porcentagem da venda das Rosquinhas Micos a essas instituições. Eu gosto de fazer essas parcerias porque é uma ajuda muito significativa a quem recebe e também acalenta nosso coração. É muito bom poder ajudar.

Você tem projetos que irão auxiliar no combate à violência contra a mulher em Goiás?

Como mãe e mulher, tenho o combate à violência contra a mulher como prioridade. Nós pretendemos implantar delegacias das mulheres em cada regional que o Vanderlan pretende criar. Vamos ampliar as casas de abrigo, porque quando a mulher sofre algum tipo de violência ela não sai sozinha de casa. Ela sai com as crianças. Vamos atendê-las com uma equipe técnica, formada por advogados, assistentes sociais, pedagogos e psicólogos.

Atuaremos no sentido de conscientizar essas mulheres vítimas de violência a denunciar o agressor, com rodas de conversa, palestras e outras medidas. Implementaremos o Conselho da Mulher, que dará mais segurança para a mulher fazer a denúncia de violência caso não queira fazer isso na delegacia. Atuaremos fortemente para garantir a essas mulheres a independência financeira, com cursos de qualificação para ingressarem no mercado de trabalho ou para montaram seu próprio negócio.

Vamos melhorar e ampliar os Conselhos Tutelares. Essa é outra ferramenta importante para cuidar das crianças que também sofrem com a violência em casa. Também vamos atuar com o homem que pratica agressão. O nosso objetivo é cuidar dessas famílias. 

E as crianças e adolescentes com baixa renda, elas também farão parte das demandas dos programas que vocês pretendem implementar, caso eleitos?

Sim. Nós temos compromisso com as nossas crianças e adolescentes. Eles precisam de proteção, saúde e educação de qualidade. Nós vamos investir na primeira infância. O Vanderlan, inclusive, assinou o termo de compromisso com a primeira infância da Rede Nacional dos Direitos da Infância (ANDI). Esse é um trabalho muito importante que é feito em todo Brasil e que acompanha a criança desde o ventre da mãe, fazendo o pré-natal, dando o kit de enxoval, acompanhando as vacinações, com trabalho em rede com as secretarias, e garantindo às crianças vaga nos Cmeis. Quando uma criança é bem cuidada desde o início da vida, ela tem mais chances de ter uma vida feliz e um futuro promissor.

Com relação aos idosos, quais são seus projetos?

Vamos desenvolver cursos para cuidadoras e cuidadores de idosos e também ampliar os Centros de Convivência para eles possam praticar atividades e tenham opções de lazer. Vamos trabalhar em parceria com outras secretarias e também com a iniciativa privada para desenvolver atividades culturais, passeios turísticos, rodas de conversa, cursos de dança, arte, etc. Os idosos estão cada dia mais ativos e merecem atenção e uma agenda especial voltada para eles. Outro serviço que queremos oferecer é o remédio em casa. Isso vai evitar que os idosos – alguns com doenças crônicas – tenham que sair de casa para conseguir seus medicamentos.

Sobre a questão das pessoas que vivem na rua há algum projeto?

O número de moradores de rua em Goiânia tem me preocupado muito. Ninguém vive na rua porque quer. Precisamos saber os motivos que levaram essas pessoas a essa situação para resolver o problema. E, independentemente do problema, precisamos ajudá-las. Vamos ampliar o atendimento do Centro Pop e desenvolver parcerias com grupos que já existem, buscando a recuperação, dando melhor condição de vida e reduzindo os fatores que levam essas pessoas a morarem na rua. Faremos ainda uma parceria com a Ceasa e supermercados para montarmos cozinhas comunitárias, além de montarmos cursos de cozinheira, cozinheiro, garçons e garçonetes e que as refeições produzidas nessas cozinhas possam ser repassadas também a essas pessoas em situação de rua.

Projetos que atendam as demandas de proteção aos animais?

Eu amo os animais e tenho ao meu lado uma pessoa que também é apaixonada por eles, a esposa do nosso candidato a vice, Wilder Morais, Ana Luiza Morais. Mais do que apaixonada, ela é militante do direito e da causa dos animais, está focada nessa área e tem um excelente projeto para retirar e cuidar dos animais abandonados, que vivem na rua, além de incentivar doações e adoção desses animais. Há alguns dias, o prefeito Iris Rezende inaugurou o Hospital Veterinário Municipal e nós consideramos essa iniciativa muito importante, um grande passo na luta em prol dos animais, afinal, eles também merecem todo cuidado, carinho e atenção.

Qual a sua mensagem para os eleitores goianienses?

Tenho muito orgulho de estar ao lado do Vanderlan e de compartilhar seus sonhos de tornar Goiânia uma cidade melhor para todos. Tenho muito orgulho da nossa campanha. Uma campanha limpa, transparente, honesta e respeitosa, com os adversários e com a população. Vanderlan e eu nos colocamos à disposição da nossa cidade com um único objetivo: cuidar das pessoas que vivem aqui e que merecem uma cidade promissora, com oportunidade de emprego e serviços públicos de qualidade, com um gestor capaz de enfrentar os desafios decorrentes da pandemia que assola todo o mundo e tem reflexos também em Goiânia. Espero que as pessoas tenham oportunidade de conhecer nossas propostas e de conhecer melhor o Vanderlan: um homem simples, trabalhador e que tem a ousadia necessária para fazer nossa cidade dar o salto de desenvolvimento que os goianienses merecem e esperam.

Estamos fazendo uma campanha muito bonita, propositiva. Desde o início, tenho acompanhado tudo de perto, participei da formulação do plano de governo, fizemos caminhadas para levar nossas propostas e ouvir as demandas da população, participamos de inúmeras reuniões com segmentos organizados da sociedade para discutir ideias e ações para tornar nossa cidade um lugar cada vez melhor para todos. Em todos os lugares, em todas as ocasiões, eu pude, falar, ouvir e recebi muito carinho das pessoas. Isso é gratificante. Sou muito grata por cada voto recebido, e pretendo honrar essa confiança com muito trabalho, com uma gestão inclusiva e humana, com foco nas pessoas.

No próximo dia 29 de novembro os goianienses irão às urnas decidir quem será o próximo prefeito de Goiânia, a disputa entre Vanderlan Cardoso (PSD) e Maguito Vilela (MDB) definirá os novos rumos da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.