Vereadores de Iporá criam comissão para acompanhar gastos de enfrentamento a Covid

Apesar de estar em fase inicial, o trabalho de fiscalização já encontrou alguns estranhamentos

A Câmara Municipal de Iporá constituiu oficialmente em Lei uma Comissão Especial para Acompanhamento das verbas repassadas para o município em função da crise do Covid-19. A motivação para criação do grupo está na série de medidas de enfrentando a crise e recursos que são destinados para compra de investimento no combate a doença.

A comissão é composta pelos vereadores Paulo Alves de Oliveira (PT), Carmo Freitas Campos (MDB) e Suélio Gomes da Silva (DEM). Apesar de estar em fase inicial, os trabalhos de fiscalização já encontraram alguns estranhamentos, conforme explica o presidente do grupo, Paulo Alves.

“Como teve o decreto de calamidade pública, o município está desobrigado a fazer licitação e pode fazer compras diretas. Algumas dessas compras que vimos aqui são de empresas que não estão sediadas em Iporá. Por que não comprou em Iporá? Sendo que esses equipamento ofertados por empresas de fora aqui também tem”, questiona Paulo Alves de Oliveira.

A comissão tem focado o trabalho na fiscalização de compra de EPIs par aos servidores. “O que nós estamos cobrando é a qualidade das máscaras para aos profissionais de saúde”, explica o vereador. Segundo Paulo Alves, o primeiro recurso que o município recebeu foi de um montante de R$ 510 mil. Essa verba é especifica para o combate a pandemia e deverá ter a prestação de contas feita a comissão.

“Não descartamos a possibilidade de pedir auxílio externo para ajudar a comissão a fazer esse trabalho em especial o TCM ou outros órgão”, observa o presidente da comissão.

O presidente da Câmara, Samuel Queiroz (Progressistas), tem apoiado o trabalho da comissão. “Estamos acompanhando os gastos, e equiparando os preços. É uma forma de esclarecer onde está sendo gasto esse dinheiro e essa casa vai passar essas informações para os cidadãos”, diz o líder do legislativo municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.