Vereadora propõe lei que obriga identificação de motoqueiros em capacete

A solicitação veio por conta dos assassinatos de mulheres na capital, cometidos por motoqueiros de roupa preta e capacete da mesma cor

A vereadora Cida Garcêz (SDD) reapresentou nesta sexta-feira (22/8) para análise na Câmara Municipal de Vereadores um projeto de lei que obriga motociclistas a terem identificação nos capacetes. A solicitação veio por conta dos assassinatos de mulheres na capital, cometidos por motoqueiros de roupa preta e capacete da mesma cor.

O projeto foi apresentando inicialmente em 2006, mas não chegou a ser votado no plenário e acabou sendo arquivado pela Câmara. “Com essa série de mortes de mulheres sem explicação, em que o autor se aproveita do capacete para se esconder, volto a apresentar a matéria e iniciar uma discussão que precisa de maior debate na sociedade”, disse Cida.

Com a medida a vereadora espera diminuir a criminalidade em Goiânia, principalmente em assaltos praticado por motoqueiros. A parlamentar também destaca a fácil mobilidade do veículo o que permite uma fuga rápida após o crime.

“A identificação nos capacetes não vai inibir o bandido de praticar um crime, mas pode ser mais uma ferramenta para contribuir com a polícia nas investigações. A identificação é uma medida de baixo impacto financeiro e fácil aplicabilidade”, disse. Segundo a proposta de lei, o capacete do condutor terá grava o nome e o número da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do dono do veículo.

Deixe um comentário