Vereadora pede que Câmara de Goiânia decrete ponto facultativo em apoio à greve geral

Sabrina Garcêz propôs ao presidente da Casa que libere funcionários para participar de ato que acontecerá em todo o país

Vereadora Sabrina Garcêz na tribuna

A vereadora Sabrina Garcêz (PMB) apresentou requerimento ao presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Andrey Azeredo (PMDB), solicitando que seja decretado ponto facultativo nesta sexta-feira (28/4).

O objetivo é permitir que funcionários da Casa participem da greve geral, organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e pelas frentes de esquerda Brasil Popular e Povo Sem Medo, que têm participação de diversos movimentos sociais. O objetivo é se manifestar contra as reformas da Previdência e Trabalhista, em discussão no Congresso Nacional.

Segundo a parlamentar, não se trata de ser contra ou não o governo, mas sim de permitir que os servidores tenham liberdade de se expressar.

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Ricardo hochleitner Filho

Espero que o presidente da câmara rejeite este infeliz requerimento. Chega de bobabgens!