Vereadora condena excesso de vetos da gestão Iris a projetos de lei

Mesmo parlamentares da base do prefeito iris Rezende tiveram projetos reprovados

Foto: Reprodução / Câmara Municipal

Uma semana após o retorno do recesso parlamentar na Câmara municipal, o número excessivo de vetos do prefeito Iris Rezende (MDB) em relação a projetos apresentados ainda é tema de discussão na Casa. Foram 15 no total. Para a vereadora Dra Cristina Lopes (PSDB), a maioria dos projetos não deviam ter sido vetados.

“Mesmo com as aberturas dadas pelos vereadores, flexibilizando emendas e mesmo com a participação popular tivemos essa quantidade de vetos”, disse a vereadora.

Apesar de concordar com a minoria dos vetos, a parlamentar acentua que o executivo não tem cumprido com o seu dever em questões como na fiscalização do trânsito e a saúde do município.

“A maioria dos vetos, porém, vieram por falta de diálogo, inclusive de projetos da própria base dele [Iris] como um do vereador Tiãozinho do Porto (Pros) que é líder do prefeito na Câmara”, apontou Cristina.

O projeto de Tiãozinho, entre outros pontos, disponibilizaria toucas higiênicas descartáveis aos usuários e consumidores do serviço prestado por mototaxistas.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.