Vereadora cobra cumprimento de emendas impositivas pela Prefeitura de Goiânia

Em requerimento apresentado na Câmara Municipal, Priscila Tejota (PSD) afirma que o pagamento tem caráter obrigatório e pede explicações de Iris Rezende (MDB)

Foto: reprodução

Buscando respostas, a vereadora Priscilla Tejota (PSD) solicitou nesta quarta-feira, 7, por meio de requerimento, informações sobre a execução de emenda impositivas apresentadas por ela nos anos de 2017 e 2018 — repasses para investimento em obras públicas que não estão sendo feitos pela Prefeitura de Goiânia.

Segundo a parlamentar, foram 12 emendas já acatadas pelo prefeito Iris Rezende (MDB), mas que ainda não foram realizadas, motivo pelo qual pede explicações.

“As emendas são de caráter impositivo e conforme determina a Legislação, é obrigatória a execução das emendas individuais dos vereadores, a não ser em caso de impedimento legal ou técnico”, explicou a vereadora ao completar que “não é o caso, já que todas foram acatadas”.

A parlamentar defendeu ainda que as emendas impositivas constituem importante instrumento de participação do Legislativo na elaboração do orçamento anual e na utilização dos recursos vindos de arrecadação.

O destino dos montantes aprovados estão previstos para a reforma e aquisição de materiais para os Cais do Jardim Guanabara III e da Vila Nova; ampliação, reforma e compra de equipamentos para Escolas Municipais e CMEIs; aquisição de equipamentos para o Hospital Público Veterinário; além de reformas e instalação de academias de ginastica ao ar livre em diversas praças da Capital.

Em resposta, a Prefeitura de Goiânia afirmou que estão sendo finalizadas as definições para o atendimento das emendas impositivas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.