Vereador vai solicitar prisão preventiva da secretária de Saúde de Goiânia

Elias Vaz (PSB) vai levar requerimento para reunião extraordinária da CEI da Saúde, nesta quarta-feira (11/4)

Vereador Elias Vaz (PSB) | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

O vereador Elias Vaz (PSB) disse em plenário na manhã desta quarta-feira (11/4) que vai solicitar que a Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Saúde da Câmara Municipal acione o Ministério Público de Goiás (MP-GO), pedindo prisão preventiva da secretária de Saúde, Fátima Mrué.

A atitude é em resposta à declaração do vereador Clécio Alves (MDB), presidente da CEI, que afirmou ter recebido ofícios da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), afirmando que a pasta não mais responderia aos questionamentos do colegiado.

“Secretário que não reponde às comissões desta casa comete crime de responsabilidade. Mas secretário que não responde comissão especial de inquérito, isso é obstrução de investigação. Está tipificado no código penal e cabe prisão preventiva”, disse Elias Vaz.

“Acho que o presidente Clécio tem razão, a comissão tem que tomar uma atitude urgente. Por isso, na próxima reunião eu vou entrar com requerimento para que a CEI acione imediatamente o Ministério Público para que entre com o pedido de prisão preventiva, até que a comissão possa exercer na plenitude as atribuições estabelecidas pela constituição federal”, explicou.

A CEI da Saúde deve realizar reunião extraordinária ainda na manhã desta quarta-feira (11) para decidir que providência será tomada. O Jornal Opção entrou em contato com a SMS, mas ainda não obteve resposta.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.