Vereador sugere reunião “imediata” entre base e Paulo Garcia

Peemedebista diz que encontro é necessário para esclarecer pontos do projeto devido aos “dribles” que Jeovalter Correia, secretário de Finanças, deu nos aliados

Foto: reprodução / Câmara Municipal de Goiânia

Projeto foi lido na Casa (foto) no dia 9 de março | Foto: Reprodução/Câmara de Goiânia

Um vereador peemedebista sugeriu que o prefeito Paulo Garcia (PT) se reúna “imediatamente” com os integrantes da base aliada para que possam debater futuras mudanças no projeto de reforma administrativa do Paço Municipal, que já tramita na Câmara de Goiânia.

Segundo ele, as alterações devem ser apresentadas em forma de projetos de lei complementar durante a apreciação da reforma administrativa na Casa. As proposições seriam “inúmeras”, especialmente nas que se referem à retirada de direitos dos servidores públicos do município.

A sugestão, segundo a fonte, é importante após os sucessivos “dribles” que Jeovalter Correia, secretário de Finanças, tem aplicado nos aliados do prefeito, como o cancelamento de encontros solicitados pelos apoiadores. “O mínimo que ele [Jeovalter] tem de fazer é atender as nossas ligações. E não comandar o encaminhamento do projeto [de maneira independente], como tem feito. Quem diz o sim ou não final é o prefeito”, avaliou o vereador, em entrevista ao Jornal Opção Online.

Leia mais:
Reforma prevê gasto mensal de R$ 3,5 milhões com comissionados
Direitos trabalhistas devem travar aprovação da reforma na Câmara
Prefeitura volta atrás e cede em pontos da reforma
Paço Municipal procura base para manter projeto original da reforma

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.